Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Após furtos e roubos na zona sul, 30 pessoas são detidas

Segundo relatos de moradores, houve vários casos de assalto em Ipanema, Copacabana e Botafogo

Por Agência Estado Atualizado em 5 dez 2016, 11h53 - Publicado em 21 set 2015, 18h50

Pelo menos 30 pessoas foram detidas por suspeita de participação em furtos e roubos registrados em bairros da zona sul do Rio neste fim de semana. Em Botafogo, um vendedor levou um tiro em uma tentativa de assalto. No Humaitá, uma padaria foi saqueada por 20 pessoas.

Segundo relatos de moradores, houve vários casos de assalto em Ipanema, Copacabana e Botafogo. A Polícia Militar diz ter redistribuído o policiamento nos bairros ontem, mas informou que, nas praias da zona sul, foram registradas “apenas ocorrências isoladas de furto”. Vídeos compartilhados pelo Facebook e pela TV Globo, no entanto, mostram que pelo menos duas bolsas, um cordão, um celular e duas bicicletas foram roubadas em Ipanema.

No Humaitá, o clima era de medo para a gerente de padaria Maria Adelaide da Cruz. O local foi saqueado por um grupo de jovens no sábado. Clientes e funcionários correram para os fundos para escapar das agressões. “Foi muito rápido, mas assustador. Os menores têm seus defensores, mas nós, trabalhadores, não. Tenho medo porque essas pessoas estão preparadas para o mal, para agredir, para matar”, disse.

Baleado

Botafogo também teve relatos de roubos e de um arrastão. Um vendedor de rua, Francisco Vieira, 51, foi baleado na perna, mas não corre risco de morrer. Ele teria sido ferido por um vigia que tentou dispersar os assaltantes a tiros.

Em Copacabana, há mais casos relatados. Uma correria na avenida Nossa Senhora de Copacabana foi classificada como arrastão por moradores.

Em grupos de defesa de bairro no Facebook, eles compartilharam estratégias para não serem vítimas dos assaltantes, como evitar levar celular e muito dinheiro para a praia. Uma usuária escreveu: “Vendo kit praia: spray de pimenta, uma (pistola) 9mm (3 carregadores de brinde), taser (para dar choque), colete à prova de bala modelo saída de praia”.

Casos de tentativas de linchamento foram registrados na saída das praias da zona sul do Rio no fim da tarde deste domingo. Vídeos obtidos pelo canal de TV por assinatura GloboNews e uma confusão flagrada pelo jornal “O Globo” mostram um grupo de jovens tirando um suspeito de um ônibus para agredi-lo, em Copacabana.

Dos 30 detidos, quase todos eram menores e foram liberados. A PM não deu mais detalhes. O movimento O Rio pela Paz sugeriu que a polícia enfrente os furtos e assaltos investigando a receptação das mercadorias que foram roubadas.

As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Continua após a publicidade
Publicidade