Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Vinoteca Por Marcelo Copello, jornalista e especialista em vinhos Marcelo Copello dá dicas sobre vinhos

Sobre o aumento de álcool nos vinhos

Uma curiosidade para vocês, estou aqui editando provas de vinhos e ao provar um determinado vinho...

Por Marcelo Copello 2 abr 2017, 09h03

Uma curiosidade para vocês, estou aqui editando provas de vinhos e ao provar um determinado vinho resolvi ler em meus alfarrábios a avaliação deste mesmo vinho que fiz 8 safras atrás. Resultado: 8 anos depois o preço do vinho está 2,5 vezes maior e o teor alcoólico subiu de 12,5% para 14,5%… Estamos pagando mais pelo álcool? Se for isso melhor comprar cachaça, risos… Viva os vinhos leves no bolso e no paladar!

Antes que perguntem, não vou dizer que vinho era, pois isso poderia prejudicar o vinho, que é excelente, seja com 12,5% ou com 14,5%, mas que é curioso observar o aumento de álcool é.

Vale lembrar que este aumento de álcool é causado por 3 fatores, 1-aquecimento global (que influi pouco), 2-técnicas de viticultura, 3-técnicas de enologia. Algumas décadas atrás raramente os vinhos tinham mais de 13% de álcool. Hoje com o clima mundial aquecido e com técnicas que permitem colher as uvas mais maduras (viticultura) e depois extrair e concetrar mais corpo e álcool nos vinhos (enologia), é comum vinhos com 14,5%

Este aumento de álcool está acontecendo na maioria dos vinhos mundo afora.

Saúde!

Continua após a publicidade
Publicidade