Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Vinoteca Por Marcelo Copello, jornalista e especialista em vinhos Marcelo Copello dá dicas sobre vinhos

A doçura do espumante

Por Marcelo Copello   Você sabia em geral os espumantes quando são feitos são inicialmente todos totalmente secos? A doçura vem depois, no final de sua elaboração é que o açúcar é adicionado. O que chamamos de o liqueur d’expédition, uma espécie de xarope, é acrescentado e irá determinar a “dosagem” de doçura de cada espumante.   […]

Por marcelo Atualizado em 25 fev 2017, 17h16 - Publicado em 5 dez 2016, 09h27

Por Marcelo Copello

 

Você sabia em geral os espumantes quando são feitos são inicialmente todos totalmente secos? A doçura vem depois, no final de sua elaboração é que o açúcar é adicionado. O que chamamos de o liqueur d’expédition, uma espécie de xarope, é acrescentado e irá determinar a “dosagem” de doçura de cada espumante.

 

champa

 

A classificados dos espumantes quanto ao teor de açúcar varia ligeiramente de país para país. Em termos de doçura os Champagnes são classificados como:

·        Nature – até de 3 gramas de açúcar por litro g/l

·        Extra-brut – até 6 g/l

Continua após a publicidade

·        Brut – até de 15 g/l

·        Extra Dry – de 12 a 20 g/l

·        Sec (ou Dry) – de 17 a 35 g/l

·        Demi-sec  – de 33 a 50 g/l

·        Doux – mais de 50 g/l

 

O Brut Nature também pode ser chamado por alguns outros nomes como Pas Dosé, Brut Sauvage, Brut Zéro, Dosage Zéro, Brut Intégral, Brut Non-Dosé etc.

É bom lembrar que a sensação final de doçura também depende de outros fatores, como a acidez do espumante, que poderá compensar maiores teores de açúcar.

Leia tamém: Porque espumantes não tem safra?
e mais em www.marcelocopello.com

 

Continua após a publicidade
Publicidade