Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Teatro de Revista Por Blog Espetáculos, personagens, bastidores e tudo mais sobre o que acontece na cena teatral carioca, pelo olhar do crítico da Veja Rio

Sétima edição do Festival Internacional de Teatro da Língua Portuguesa começa na quarta (26), com oito espetáculos

Com oito peças de Brasil, Angola, Cabo Verde, Galícia, Moçambique e Portugal, todas inéditas no Rio, começa nesta quarta (26) a sétima edição do Festlip – Festival Internacional de Teatro da Língua Portuguesa. A programação de espetáculos adultos aberta ao público inicia na quinta (27) e segue até 6 de setembro. A entrada é franca para todos os espetáculos, com distribuição de senhas uma hora […]

Por rafaelteixeira Atualizado em 25 fev 2017, 17h55 - Publicado em 25 ago 2015, 19h31

Elmano Sancho em Misterman, uma das peças do festival (crédito: Alípio Padilha)

Com oito peças de Brasil, AngolaCabo VerdeGalíciaMoçambique e Portugal, todas inéditas no Rio, começa nesta quarta (26) a sétima edição do Festlip – Festival Internacional de Teatro da Língua Portuguesa. A programação de espetáculos adultos aberta ao público inicia na quinta (27) e segue até 6 de setembro. A entrada é franca para todos os espetáculos, com distribuição de senhas uma hora antes de cada sessão, exceto no Oi Futuro Flamengo, quando a antecedência é de meia hora.

27/8 – QUINTA

TEATRO SESI CENTRO

Horário: 19h30

ESPETÁCULO: OS MENINOS DE NINGUÉM                 

GRUPO: MUTUMBELA GOGO

PAÍS: MOÇAMBIQUE

A COMPANHIA

Criado em 1986, foi o primeiro grupo profissional de teatro em Moçambique. A companhia já participou de vários festivais internacionais, incluindo países como África do Sul, Burkina Faso, Zimbabwe, Índia, Portugal, França, Espanha, Alemanha, Suécia, Noruega, Argentina e Ilhas do Oceano Índico. O grupo conta, desde sua fundação, com a colaboração do escritor, poeta e dramaturgo Mia Couto.

O ESPETÁCULO

Moçambique é uma das nações mais pobres do mundo. A miséria, criada pela guerra, impulsiona milhares de crianças para a rua, roubando seus futuros. São essas crianças, os meninos de ninguém. Condenados à periferia, sonhar com um futuro é um luxo e, mesmo assim, eles se entregam. O sonho devolve à infância o que o mundo roubou. Esta peça é uma homenagem aos sonhos destes meninos de todos nós.

TEATRO MUNICIPAL IPANEMA

Horário: 19h30

ESPETÁCULO: AS BONDOSAS                 

GRUPO: ELINGA TEATRO

PAÍS: ANGOLA

A COMPANHIA

O Elinga Teatro, criado em 1988, como continuidade dos grupos Tchinganj, Xilenga-Teatro e Grupo de Teatro da Faculdade de Medicina de Luanda, tem como tema o resgate e a promoção da cultura angolana. A companhia cria uma linha estética e de conteúdo no desenvolvimento teatral há mais de 40 anos. O grupo já esteve presente em países como Moçambique, Cabo Verde, Portugal, Espanha e Itália.

O ESPETÁCULO

Três carpideiras – profissionais mulheres sem vínculo afetivo com o defunto contratadas para chorar em velórios – estão no enterro de uma jovem que se suicidou. Inconformadas por ninguém reconhecer os seus méritos profissionais, vão-se desviando das rezas para a fofoca, deixando transparecer todos os segredos que escondiam umas das outras e do mundo.

OI FUTURO FLAMENGO

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: BARBAZUL                        

GRUPO: BORJA FERNÁNDEZ

PAÍS: GALÍCIA

O DIRETOR

Surge com o intuito de dar forma a obsessões relacionadas ao amor, à memória e ao passar do tempo. Para contar estas histórias, mistura música, humor e linguagens cênicas. Desde 1999, Borja Fernández, produtor e ator, colabora em importantes companhias teatrais galegas como Belmondo, da qual é cofundador com Marta Pazos, Chévere e Voadora.

O ESPETÁCULO

Barbazul, uma sabotagem amorosa, está situada entre os sistemas clássicos de montagem do teatro e os sistemas habituais da criação contemporânea. Trata-se de um processo de investigação e improvisação cênica, partindo de uma série de elementos literários, musicais e cenográficos. Nasce um artefato cênico em forma de espetáculo lírico-clownesco.

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: AQUELES DOIS         

GRUPO: CIA. DE TEATRO LUNA LUNERA

PAÍS: BRASIL

A COMPANHIA

Fundada em 2001, a Cia. Luna Lunera é considerada uma referência na cena teatral brasileira. Investe em diversificados caminhos de criação através da pesquisa continuada e do diálogo com outros criadores contemporâneos do teatro, da dança, da música e das artes visuais. Construiu, em 14 anos de trajetória, seis espetáculos com ampla repercussão nacional.

O ESPETÁCULO

Aqueles Dois conta a história de Raul e Saul, novos funcionários de uma repartição, que desenvolvem um forte laço de cumplicidade. É que “num deserto de almas também desertas, uma alma especial reconhece de imediato a outra”. No entanto, essa relação acaba gerando incômodo nos colegas de profissão. O espetáculo Aqueles Dois foi criado a partir do conto homônimo do escritor Caio Fernando Abreu.

TEATRO SESI JACAREPAGUÁ

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: FILHOS DA PÁTRIA                    

GRUPO: KULONGA

PAÍS: ANGOLA

A COMPANHIA

O Grupo de Teatro Kulonga foi fundado no dia 11 de julho de 1998, no município de Rangel, na Angola. O grupo tem como lema: “Por uma amizade sólida unamos os nossos ensinamentos”. Entre as conquistas, estão duas edições do Prêmio de Teatro Cidade de Luanda: Melhor Texto, em 2002, e Melhor encenação, 2005, respectivamente com as obras Luanda que Anda e História e Estórias de Luanda.

O ESPETÁCULO

A obra conta as peripécias vividas por um grupo de militares num campo de batalha. É um retrato dos bravos homens que defenderam o país com honra, sangue e vida. É uma homenagem aos 11 anos da conquista da paz em Angola, um tributo especial ao Comandante em Chefe e Arquiteto da Paz, Eng. José Eduardo dos Santos e aos que lutaram para a conquista.

28/8 – SEXTA

TEATRO SESI CENTRO

Horário: 19h30

ESPETÁCULO: OS MENINOS DE NINGUÉM

GRUPO: MUTUMBELA GOGO

PAÍS: MOÇAMBIQUE

A COMPANHIA

Criado em 1986, foi o primeiro grupo profissional de teatro em Moçambique. A companhia já participou de vários festivais internacionais, incluindo países como África do Sul, Burkina Faso, Zimbabwe, Índia, Portugal, França, Espanha, Alemanha, Suécia, Noruega, Argentina e Ilhas do Oceano Índico. O grupo conta, desde sua fundação, com a colaboração do escritor, poeta e dramaturgo Mia Couto.

O ESPETÁCULO

Moçambique é uma das nações mais pobres do mundo. A miséria, criada pela guerra, impulsiona milhares de crianças para a rua, roubando seus futuros. São essas crianças, os meninos de ninguém. Condenados à periferia, sonhar com um futuro é um luxo e, mesmo assim, eles se entregam. O sonho devolve à infância o que o mundo roubou. Esta peça é uma homenagem aos sonhos destes meninos de todos nós.

TEATRO MUNICIPAL IPANEMA

Horário: 19h30

ESPETÁCULO: AS BONDOSAS

GRUPO: ELINGA TEATRO

PAÍS: ANGOLA

A COMPANHIA

O Elinga Teatro, criado em 1988, como continuidade dos grupos Tchinganj, Xilenga-Teatro e Grupo de Teatro da Faculdade de Medicina de Luanda, tem como tema o resgate e a promoção da cultura angolana. A companhia cria uma linha estética e de conteúdo no desenvolvimento teatral há mais de 40 anos. O grupo já esteve presente em países como Moçambique, Cabo Verde, Portugal, Espanha e Itália.

O ESPETÁCULO

Três carpideiras – profissionais mulheres sem vínculo afetivo com o defunto contratadas para chorar em velórios – estão no enterro de uma jovem que se suicidou. Inconformadas por ninguém reconhecer os seus méritos profissionais, vão-se desviando das rezas para a fofoca, deixando transparecer todos os segredos que escondiam umas das outras e do mundo.

OI FUTURO FLAMENGO

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: BARBAZUL

GRUPO: BORJA FERNÁNDEZ

PAÍS: GALÍCIA

O DIRETOR

Surge com o intuito de dar forma a obsessões relacionadas ao amor, à memória e ao passar do tempo. Para contar estas histórias, mistura música, humor e linguagens cênicas. Desde 1999, Borja Fernández, produtor e ator, colabora em importantes companhias teatrais galegas como Belmondo, da qual é cofundador com Marta Pazos, Chévere e Voadora.

O ESPETÁCULO

Barbazul, uma sabotagem amorosa, está situada entre os sistemas clássicos de montagem do teatro e os sistemas habituais da criação contemporânea. Trata-se de um processo de investigação e improvisação cênica, partindo de uma série de elementos literários, musicais e cenográficos. Nasce um artefato cênico em forma de espetáculo lírico-clownesco.

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: AQUELES DOIS

GRUPO: CIA. DE TEATRO LUNA LUNERA

PAÍS: BRASIL

A COMPANHIA

Fundada em 2001, a Cia. Luna Lunera é considerada uma referência na cena teatral brasileira. Investe em diversificados caminhos de criação através da pesquisa continuada e do diálogo com outros criadores contemporâneos do teatro, da dança, da música e das artes visuais. Construiu, em 14 anos de trajetória, seis espetáculos com ampla repercussão nacional.

O ESPETÁCULO

Aqueles Dois conta a história de Raul e Saul, novos funcionários de uma repartição, que desenvolvem um forte laço de cumplicidade. É que “num deserto de almas também desertas, uma alma especial reconhece de imediato a outra”. No entanto, essa relação acaba gerando incômodo nos colegas de profissão. O espetáculo Aqueles Dois foi criado a partir do conto homônimo do escritor Caio Fernando Abreu.

TEATRO SESI JACAREPAGUÁ

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: FILHOS DA PÁTRIA

GRUPO: KULONGA

PAÍS: ANGOLA

A COMPANHIA

O Grupo de Teatro Kulonga foi fundado no dia 11 de julho de 1998, no município de Rangel, na Angola. O grupo tem como lema: “Por uma amizade sólida unamos os nossos ensinamentos”. Entre as conquistas, estão duas edições do Prêmio de Teatro Cidade de Luanda: Melhor Texto, em 2002, e Melhor encenação, 2005, respectivamente com as obras Luanda que Anda e História e Estórias de Luanda.

O ESPETÁCULO

A obra conta as peripécias vividas por um grupo de militares num campo de batalha. É um retrato dos bravos homens que defenderam o país com honra, sangue e vida. É uma homenagem aos 11 anos da conquista da paz em Angola, um tributo especial ao Comandante em Chefe e Arquiteto da Paz, Eng. José Eduardo dos Santos e aos que lutaram para a conquista.

29/8 – SÁBADO

TEATRO SESI CENTRO

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: FILHOS DA PÁTRIA

GRUPO: KULONGA

PAÍS: ANGOLA

A COMPANHIA

O Grupo de Teatro Kulonga foi fundado no dia 11 de julho de 1998, no município de Rangel, na Angola. O grupo tem como lema: “Por uma amizade sólida unamos os nossos ensinamentos”. Entre as conquistas, estão duas edições do Prêmio de Teatro Cidade de Luanda: Melhor Texto, em 2002, e Melhor encenação, 2005, respectivamente com as obras Luanda que Anda e História e Estórias de Luanda.

O ESPETÁCULO

A obra conta as peripécias vividas por um grupo de militares num campo de batalha. É um retrato dos bravos homens que defenderam o país com honra, sangue e vida. É uma homenagem aos 11 anos da conquista da paz em Angola, um tributo especial ao Comandante em Chefe e Arquiteto da Paz, Eng. José Eduardo dos Santos e aos que lutaram para a conquista.

OI FUTURO FLAMENGO

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: MISTERMAN

ELMANO SANCHO

PAÍS: PORTUGAL

O DIRETOR

Elmano Sancho, que já se apresentou na Espanha, França, Itália, Bélgica, Brasil, Irã, Japão e Turquia, tem formação internacional no Brasil (ECA/USP), em Paris (CNSAD) e na Espanha (RESAD). Em 2015, ganhou a categoria Melhor Ator do Prémio Autores, em Portugal. Trabalhou com o Teatro da Garagem, Teatro dos Aloés, Emmanuel Demarcy-Mota, Rogério de Carvalho, Ana Tamen, Miguel Abreu, Maria João Miguel e Paulo Alexandre Lage.

O ESPETÁCULO

Thomas sai todos os dias de casa para inspecionar o comportamento dos habitantes da aldeia. Acredita poder erradicar o pecado, salvar o mundo e sentar-se ao lado de Deus. Desde a trágica morte de Edel, encontra-se escondido num depósito abandonado, rodeado da farda do pai e gravadores de fita magnética. Numa solidão impenetrável recria ritualmente cada passo desse dia fatídico numa tentativa desesperada de expiação.

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: FINGE                    

GRUPO: TEATRO DA GARAGEM

PAÍS: PORTUGAL

A COMPANHIA

O Teatro da Garagem, fundado em 1989 e sediado no Teatro Taborda, dedica o seu trabalho artístico à pesquisa e experimentação, através da investigação de novas formas de escrita para teatro e de novas formas cênicas que a acompanham. Carlos J. Pessoa é autor/encenador residente e auxilia o trabalho pedagógico, através do Serviço Educativo, nas escolas ao redor da companhia.

O ESPETÁCULO

Eros determina uma força vital no exercício da existência que chamamos conhecimento. Conhecer uma experiência significa restringi-la a um conjunto de pressupostos transmissíveis, comunicáveis, seja através diálogo escrito ou ato poético. Prostitutas, ou acompanhantes, e revolução, ou dança, reverberam-se num impulso erótico irresistível que, aos poucos, inicia a moldagem de uma ordem desordenada, encontros e desencontros numa reaprendizagem da dor e do doar-se.

TEATRO MUNICIPAL IPANEMA

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: BARBAZUL                 

GRUPO: BORJA FERNÁNDEZ

PAÍS: GALÍCIA

O DIRETOR

Surge com o intuito de dar forma a obsessões relacionadas ao amor, à memória e ao passar do tempo. Para contar estas histórias, mistura música, humor e linguagens cênicas. Desde 1999, Borja Fernández, produtor e ator, colabora em importantes companhias teatrais galegas como Belmondo, da qual é cofundador com Marta Pazos, Chévere e Voadora.

O ESPETÁCULO

Barbazul, uma sabotagem amorosa, está situada entre os sistemas clássicos de montagem do teatro e os sistemas habituais da criação contemporânea. Trata-se de um processo de investigação e improvisação cênica, partindo de uma série de elementos literários, musicais e cenográficos. Nasce um artefato cênico em forma de espetáculo lírico-clownesco.

TEATRO SESI JACAREPAGUÁ

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: ADÃO E EVA

GRUPO: SIKINADA – COMPANHIA DE TEATRO

PAÍS: CABO VERDE

Horário: 22h

A COMPANHIA

Através de um processo artístico coletivo, iniciado em 2005, nasce a Sikinada – Companhia de Teatro, na Cidade de Praia. Desde sua estreia, com a peça Um Homem, uma Mulher e um Frigorífico, texto do renomado artista Mário Lúcio de Sousa, o grupo participou de festivais em Portugal e no Brasil. O nome Sikinada, palavra crioula para impulso, vem da expressão grega “skène”, ligada às artes cénicas.

O ESPETÁCULO

Que rumo teriam Adão e Eva depois de terem sido expulsos do paraíso? Numa linguagem poética, a peça leva-nos numa envolvente viagem pelos primeiros momentos após a expulsão deles do paraíso, retratando a tomada da consciência da realidade das coisas, de si próprios e das dificuldades que enfrentavam. Uma abordagem contemporânea de uma temática clássica.

30/8 – DOMINGO

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO

Horário: 19h

ESPETÁCULO: FINGE                                

GRUPO: TEATRO DA GARAGEM

PAÍS: PORTUGAL

A COMPANHIA

O Teatro da Garagem, fundado em 1989 e sediado no Teatro Taborda, dedica o seu trabalho artístico à pesquisa e experimentação, através da investigação de novas formas de escrita para teatro e de novas formas cênicas que a acompanham. Carlos J. Pessoa é autor/encenador residente e auxilia o trabalho pedagógico, através do Serviço Educativo, nas escolas ao redor da companhia.

O ESPETÁCULO

Eros determina uma força vital no exercício da existência que chamamos conhecimento. Conhecer uma experiência significa restringi-la a um conjunto de pressupostos transmissíveis, comunicáveis, seja através diálogo escrito ou ato poético. Prostitutas, ou acompanhantes, e revolução, ou dança, reverberam-se num impulso erótico irresistível que, aos poucos, inicia a moldagem de uma ordem desordenada, encontros e desencontros numa reaprendizagem da dor e do doar-se.

OI FUTURO FLAMENGO

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: MISTERMAN

ELMANO SANCHO

PAÍS: PORTUGAL

O DIRETOR

Elmano Sancho, que já se apresentou na Espanha, França, Itália, Bélgica, Brasil, Irã, Japão e Turquia, tem formação internacional no Brasil (ECA/USP), em Paris (CNSAD) e na Espanha (RESAD). Em 2015, ganhou a categoria Melhor Ator do Prémio Autores, em Portugal. Trabalhou com o Teatro da Garagem, Teatro dos Aloés, Emmanuel Demarcy-Mota, Rogério de Carvalho, Ana Tamen, Miguel Abreu, Maria João Miguel e Paulo Alexandre Lage.

O ESPETÁCULO

Thomas sai todos os dias de casa para inspecionar o comportamento dos habitantes da aldeia. Acredita poder erradicar o pecado, salvar o mundo e sentar-se ao lado de Deus. Desde a trágica morte de Edel, encontra-se escondido num depósito abandonado, rodeado da farda do pai e gravadores de fita magnética. Numa solidão impenetrável recria ritualmente cada passo desse dia fatídico numa tentativa desesperada de expiação.

TEATRO MUNICIPAL IPANEMA

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: ADÃO E EVA                     

GRUPO: SIKINADA – COMPANHIA DE TEATRO

PAÍS: CABO VERDE

A COMPANHIA

Através de um processo artístico coletivo, iniciado em 2005, nasce a Sikinada – Companhia de Teatro, na Cidade de Praia. Desde sua estreia, com a peça Um Homem, uma Mulher e um Frigorífico, texto do renomado artista Mário Lúcio de Sousa, o grupo participou de festivais em Portugal e no Brasil. O nome Sikinada, palavra crioula para impulso, vem da expressão grega “skène”, ligada às artes cénicas.

O ESPETÁCULO

Que rumo teriam Adão e Eva depois de terem sido expulsos do paraíso? Numa linguagem poética, a peça leva-nos numa envolvente viagem pelos primeiros momentos após a expulsão deles do paraíso, retratando a tomada da consciência da realidade das coisas, de si próprios e das dificuldades que enfrentavam. Uma abordagem contemporânea de uma temática clássica.

DE 3 a 6/9

OI FUTURO FLAMENGO

Horário: 20h

Continua após a publicidade

ESPETÁCULO: MISTERMAN

ELMANO SANCHO

PAÍS: PORTUGAL

O DIRETOR

Elmano Sancho, que já se apresentou na Espanha, França, Itália, Bélgica, Brasil, Irã, Japão e Turquia, tem formação internacional no Brasil (ECA/USP), em Paris (CNSAD) e na Espanha (RESAD). Em 2015, ganhou a categoria Melhor Ator do Prémio Autores, em Portugal. Trabalhou com o Teatro da Garagem, Teatro dos Aloés, Emmanuel Demarcy-Mota, Rogério de Carvalho, Ana Tamen, Miguel Abreu, Maria João Miguel e Paulo Alexandre Lage.

O ESPETÁCULO

Thomas sai todos os dias de casa para inspecionar o comportamento dos habitantes da aldeia. Acredita poder erradicar o pecado, salvar o mundo e sentar-se ao lado de Deus. Desde a trágica morte de Edel, encontra-se escondido num depósito abandonado, rodeado da farda do pai e gravadores de fita magnética. Numa solidão impenetrável recria ritualmente cada passo desse dia fatídico numa tentativa desesperada de expiação.

Endereços:

SESI Centro

Av. Graça Aranha, 1 – Centro, Rio de Janeiro

SESI Jacarepaguá

Av. Geremário Dantas, 940 – Jacarepaguá

Oi Futuro Flamengo  

Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo

Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto

Rua Humaitá, 163 – Humaitá

Teatro Municipal Ipanema

Rua Prudente de Morais, nº 824 – Ipanema

 

Continua após a publicidade
Publicidade