Clique e assine por apenas 7,90/mês
Teatro de Revista Por Blog Espetáculos, personagens, bastidores e tudo mais sobre o que acontece na cena teatral carioca, pelo olhar do crítico da Veja Rio

Confira dicas de peças que estreiam enquanto o blog está de férias

Este blog está entrando de férias, mas o teatro, é claro, não para. Ficam, então, algumas dicas de peças que entrarão em cartaz em setembro: Abajur Lilás (foto): a obra de Plínio Marcos ganha montagem dirigida por  Renato Carrera. A peça conta a história das prostitutas Dilma (Andreza Bittencourt), Célia (Larissa Siqueira) e Leninha (Laura […]

Por rafaelteixeira - Atualizado em 25 fev 2017, 17h54 - Publicado em 4 set 2015, 20h49

Abajur Lilás (crédito: Dalton Valério) Este blog está entrando de férias, mas o teatro, é claro, não para. Ficam, então, algumas dicas de peças que entrarão em cartaz em setembro:

Abajur Lilás (foto): a obra de Plínio Marcos ganha montagem dirigida por  Renato Carrera. A peça conta a história das prostitutas Dilma (Andreza Bittencourt), Célia (Larissa Siqueira) e Leninha (Laura Nielsen). As três vivem confinadas num cubículo onde são arrendadas pelo cafetão Giro (Éber Inácio), que vive acompanhado pelo segurança Osvaldo (Higor Campagnaro), na verdade um sádico torturador. Serão três apresentações de 18 a 20 de setembro, no Sesc Ginástico, antes de uma temporada, a partir de 25 de setembro, no Sesc Tijuca.

A Noiva do Condutor: A opereta de Noel Rosa conta a história de um condutor de bondes que se faz passar por um advogado para conquistar o coração de sua amada. Izabella Bicalho, Marcelo Nogueira e Rodrigo Fagundes estão no elenco da peça, que tem direção de Djalma Thürller e direção musical de Glória Calvente. Estreia no dia 17, no Centro Cultural Correios.

De Tempo Somos – Um Sarau do Galpão: Com direção de Lydia Del Picchia e Simone Ordones, o espetáculo do Grupo Galpão revisita 25 canções de espetáculos da companhia, em clima de sarau. A temporada é de 25 a 28 de setembro, no Teatro Ipanema.

Continua após a publicidade

A Hora da Estrela: O livro homônimo de Clarice Lispector ganha o palco nesta montagem, adaptada e dirigida por Érico José, fruto da parceria entre o Coletivo Livre de Espetáculos (BA) e a Cia de Teatro Cordão Encarnado (RJ). Na base da encenação está o uso de máscaras. A protagonista da história é a datilógrafa alagoana Macabéa, que migra para o Rio de Janeiro. A atriz Joelma Di Paula vive a personagem, e Angelo Mayerhofer dá vida às demais figuras que cruzam a sua vida. Reestreia no dia 16, no Teatro Cândido Mendes.

Publicidade