Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Solta o som Por Blog Aqui cabe de tudo: do popular ao alternativo, do clássico ao moderno. Confira as novidades, bastidores e críticas sobre o que acontece no mundo da música dentro e fora do Rio de Janeiro

Uma história do samba no Teatro João Caetano

Haroldo Costa encantou-se pelo Carnaval de rua ainda criança e, adulto, dedicou livros ao gênero (Salgueiro Academia de Samba, 100 Anos de Carnaval no Rio de Janeiro e Na Cadência do Samba, entre outros). Como ator, protagonizou Orfeu da Conceição, o histórico musical que, nos anos 50 marcou o início da parceria entre Vinicius e […]

Por Pedro Tinoco Atualizado em 25 fev 2017, 17h37 - Publicado em 26 fev 2016, 17h11
Carla Gomes e Sérgio Pererê: à frente do elenco, que inclui dez músicos

Carla Gomes e Sérgio Pererê: à frente do elenco, que inclui dez músicos

Haroldo Costa encantou-se pelo Carnaval de rua ainda criança e, adulto, dedicou livros ao gênero (Salgueiro Academia de Samba, 100 Anos de Carnaval no Rio de Janeiro e Na Cadência do Samba, entre outros). Como ator, protagonizou Orfeu da Conceição, o histórico musical que, nos anos 50 marcou o início da parceria entre Vinicius e Tom Jobim. Nos últimos tempos, deu expediente na TV como comentarista dos desfiles de Carnaval. Aos 85 anos, ele põe seu talento e sua monumental experiência a serviço do espetáculo Desde que o Samba era Semba, com sessões hoje, sexta (26), e amanhã, sábado (27), no Teatro João Caetano. Costa é o roteirista da montagem que, com direção musical de Eduardo Neves, leva à cena a história do samba desde suas origens, na África. O repertório vai de Yaô (Pixinguinha) a Chico Buarque (Bom Tempo), passando por Ismael Silva, Nelson Cavaquinho, Dorival Caymmi e outros craques.

Confira, abaixo, uma palinha do espetáculo

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=K47JMlsSjEo?feature=oembed&w=500&h=281%5D

 

Continua após a publicidade
Publicidade