Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Solta o som Por Blog Aqui cabe de tudo: do popular ao alternativo, do clássico ao moderno. Confira as novidades, bastidores e críticas sobre o que acontece no mundo da música dentro e fora do Rio de Janeiro

5 perguntas para…Thaís Gulin

A cantora e compositora curitibana encerra a turnê de seu segundo disco, ôÔÔôôÔôÔ, com show na Miranda na próxima quinta (9). Tom Zé, que assina ao lado de Thaís a faixa Ali Sim Alice, participa da noite, que terá o lançamento oficial do clipe Cine Big Butts, sob direção de Gringo Cardia. A produção é uma […]

Por Da Redação Atualizado em 25 fev 2017, 19h08 - Publicado em 6 Maio 2013, 22h12

A cantora e compositora curitibana encerra a turnê de seu segundo disco, ôÔÔôôÔôÔ, com show na Miranda na próxima quinta (9). Tom Zé, que assina ao lado de Thaís a faixa Ali Sim Alice, participa da noite, que terá o lançamento oficial do clipe Cine Big Butts, sob direção de Gringo Cardia. A produção é uma bem-amarrada e curiosa junção da música Cinema Americano com o funk Baby Got Back, hit americano da década de 90.

Suas músicas dialogam com o mais tradicional da música brasileira — o samba, o romântico –, mas têm uma pegada moderna. Você se define de algum estilo?

Não penso a música desta forma, definida num estilo.  Procuro a liberdade de ser pessoal.  A música brasileira tem muita história, muita coisa já aconteceu.  A excelência e variedade de influências são imensas.  Tanto do que vem daqui quanto de fora.

Por que você resolveu revisitar Cinema Americano em Cinema Big Butts? A versão antiga era mais acústica, essa é mais moderninha (o clipe, inclusive)…

Esta ideia do Cinema Americano com Baby Got Back surgiu com o trabalho já na estrada num improviso durante o ensaio.  Como oportunidade de gravar o clipe surgiu dois anos depois do lançamento do ôÔÔôôÔôÔ e pelo fato  do trabalho sofrer muitas mudanças positivas durante uma turnê, foi natural gravar o momento de transição.

Nossa geração cresceu ouvindo Chico Buarque, Vinicius de Moraes, Tom Jobim, Caetano, Gil (para citar os mais emblemáticos). O que você mostraria da sua geração para os seus filhos?

Não sei, vai depender do rostinho deles.

Continua após a publicidade

Existe algum plano para o próximo disco? Qual e para quando?

Claro.  Estou compondo esporadicamente desde o ano passado. Espero lançá-lo até o início do ano que vem.  Antes disso, tem o DVD do ôÔÔôôÔôÔ onde entrará coisas do primeiro disco também.  Fechamento de ciclo.  Começo a gravar pro DVD, um making of dos bastidores da turnê na Europa que começa no dia 23 de maio em Lisboa, Porto, Coimbra e vai passar pela Itália, Russia, França, Alemanha, Inglaterra.

Como foi gravar com o Chico Buarque? Como é trabalhar com ele?

Foi ótimo.  Um momento bonito de vida e aprendizado.

Assista ao clipe:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=HYNpyaXmt60%5D

Continua após a publicidade
Publicidade