Clique e assine por apenas 4,90/mês
Sem Filtro Por Blog Dicas de maquiagem, cuidados com os cabelos, pele e outros truques de beleza, por Anita Prado

Dermatologista das famosas explica as causas da acne adulta

Descubra o que pode estar causando espinhas e cravos no seu rosto

Por Anita Prado - Atualizado em 6 set 2017, 17h29 - Publicado em 4 set 2017, 20h40
– Pixabay/Veja Rio

Uma das maiores mentiras que você ouviu na sua vida é que as espinhas vão sumir após a adolescência. Se você tem mais de 21 anos e continua recebendo visitas inesperadas no seu rosto, este post é para você. Apesar de estarem, muitas vezes, relacionadadas aos níveis de hormônio típicos da puberdade, existem outras causas que levam à acne. “A doença pode ser resultado da persistência da acne juvenil ou surgir apenas na fase adulta.”, explica a dermatologista Karla Assed, que cuida da pele da Xuxa, Angélica e da Deborah Secco.

+ Seis cosméticos que todos devem usar antes dos 30 

Para que o problema seja combatido, precisamos entender o que está causando a inflamação das glândulas sebáceas. A convite de VEJA RIO, a doutora nos ajudou a compreender as principais causas da doença que tira o sono de nós, reles mortais, mas também de celebridades como Scarlett Johansson, Katy Perry, Angelina Jolie e Cameron Diaz. Veja as principais causas:

Disfunções Hormonais A acne surge principalmente em mulheres com distúrbios endocrinológicos caracterizados pelo excesso de hormônios masculinos (andrógenos), sendo a testosterona um exemplo deles. Além disso, a Síndrome dos Ovários Policísticos, que acomete 1 a cada 15 mulheres, também pode causar as indesejadas espinhas, assim como a hiperplasia congênita da glândula supra-renal e tumores nos ovários ou nas supra-renais. Esses indutores acabam estimulando a glândula sebácea que, por sua vez, produzem sebo em quantidades excessivas, promovendo a proliferação de microorganismos e a inflamação da pele.

Continua após a publicidade

Medicações Algumas mulheres tomam anticoncepcional há tanto tempo que, quando param, deparam-se com a acne. Isso acontece porque o remédio funciona bloqueando os hormônios androgênicos. Antibióticos e remédios que destroem a flora intestinal também podem agravar o quadro.

Estresse Para melhorar o estresse cotidiano, nada melhor do que uma espinha no fim do dia. Só que não. Sim, o estresse provoca uma desordem hormonal que leva ao aumento do cortisol, intensificando a produção das glândulas sebáceas. Há um aumento também da produção de androgênios que, como já sabemos, é um dos grandes vilões da pele lisinha.

Cosméticos errados Foca aqui: não é porque você não é mais adolescente que você pode colocar o que quiser na pele. Alguns cremes anti-idade e protetores solares, bases, pós e corretivos tendem a ser oclusivos, ou seja, tampam nossos poros, causando ainda mais cravos e espinhas. Monte uma rotina de skincare que seja específica para sua pele com imperfeições, assim como seu kit de maquiagem.

Limpeza precária Você limpa o seu rosto duas vezes por dia? Você retira sua maquiagem antes de dormir? Ser bonita dá trabalho sim e, nada mais acnefriendly do que uma maquiagem mal removida. A dica de ouro aqui é investir em um bom removedor. Uma tendência coreana, por exemplo, são os demaquilante de óleo, que não deixam a pele mais oleosa e limpam profundamente os nossos poros, removendo a poluição e a maquiagem. Esse aqui da The Body Shop é tudo de bom. Depois, é claro, é preciso usar um bom sabonete facial.

Continua após a publicidade

 

Publicidade