Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
RJ-450 Na contagem regressiva para os 450 anos do Rio de Janeiro Por Blog Bares, histórias e encantos do Rio de Janeiro

Canibalismo (II): o alerta de mapas franceses do século 16

No post anterior, já havia comentado sobre a raridade dos escritos sobre o Rio antes da fundação da cidade pelos portugueses em 1565. Entre os relatos mais importantes deste período está o de alguns integrantes da missão que acompanhou Villegagnon na tentativa de fundar uma colônia francesa nos trópicos. São também de franceses alguns dos […]

Por rafaelsentose Atualizado em 25 fev 2017, 19h09 - Publicado em 29 abr 2013, 12h00

No post anterior, já havia comentado sobre a raridade dos escritos sobre o Rio antes da fundação da cidade pelos portugueses em 1565. Entre os relatos mais importantes deste período está o de alguns integrantes da missão que acompanhou Villegagnon na tentativa de fundar uma colônia francesa nos trópicos. São também de franceses alguns dos primeiros mapas feitos do Brasil, no século 16. Um importante acervo destes documentos pertence à Biblioteca Nacional da França que os exibiu em uma exposição. Apesar de não estar mais em cartaz, reproduzo detalhes destas cartas que alertam outros navegantes para a presença de índios canibais.

Abaixo aparecem os mapas Carte de l’Atlatique, de autoria de Pierre de Vaulx; a Carte du Brésil, de Jacques de Vau de Claye; e a Cosmographie Universelle, de Guillaume le Testu. O primeiro deles já havia mostrado em primeira mão no Facebook do blog.

Relatos feitos a partir da expedição realizada por Villegagnon

Publicidade