Clique e assine com até 65% de desconto
Programinha Carioca Por Raquel Pereira, jornalista e mãe de três Passeios, viagens e rolês em família

Estudo mostra que brincar de boneca desenvolve empatia nas crianças

Pesquisa aponta que a atividade traz outros benefícios para meninos e meninas

Por Programinha Carioca 20 out 2020, 10h29

Brincar de boneca é criar seu próprio mundo imaginário. Se você curtia a atividade de faz-de-conta quando criança, vai se lembrar bem disso. Mas, o que foi descoberto há pouco tempo é que a brincadeira é benéfica para meninos e meninas do ponto de vista neurológico. Um estudo divulgado no começo de outubro aponta que a atividade é responsável por ativar regiões cerebrais que estão associadas à empatia e habilidades de processamento de informações sociais nas crianças. Segundo a pesquisa, isso acontece mesmo quando elas estão sozinhas.

O levantamento foi encomendado pela Mattel, dona da marca Barbie®, e foi realizado pela Cardiff University, uma das principais universidades da Grã-Bretanha. Por meio de monitoramento da atividade cerebral em meninos e meninas entre quatro e oito anos, pesquisadores descobriram que a brincadeira ativa o sulco temporal superior posterior (PSTS) mais do que outros atos criativos. De acordo com a Dra. Michele Borba, especialista em empatia, escritora e psicóloga educacional, “crianças que desenvolveram empatia e habilidades sociais cedo na vida podem ter notas melhores, permanecer na escola por mais tempo e fazer escolhas mais saudáveis em geral”, diz.

Outros dados interessantes, baseados nas entrevistas com 15 mil pais de 22 países: 70% das pessoas disseram estar preocupados como o isolamento pode afetar seu filho e como ele interage com os outros; 91% classificam a empatia como uma habilidade social chave para os pequenos; e 74% afirmaram que gostariam de encorajar as crianças a se divertirem com um determinado brinquedo se soubesse dos benefícios.

E você, tem estimulado seu pequeno por aí?

Continua após a publicidade
Publicidade