Clique e assine por apenas 4,90/mês
Meu Mundinho Por Blog Livros, discos, brincadeiras, passeios, exposições, peças de teatro e programas para pais e crianças no Rio

Mamães na rede

O universo das grávidas (e todas aquelas que se interessam pelo assunto) ganhou um endereço… na internet. Chamado M de Mãe, o portal permite a troca de informações sobre o tema e o recebimento de conteúdo especializado, preparado por profissionais de diversas áreas- da pediatria e ortopedia à gastronomia e turismo. Quem está por trás […]

Por laisbotelho - Atualizado em 25 fev 2017, 18h37 - Publicado em 27 jun 2014, 20h00

O universo das grávidas (e todas aquelas que se interessam pelo assunto) ganhou um endereço… na internet. Chamado M de Mãe, o portal permite a troca de informações sobre o tema e o recebimento de conteúdo especializado, preparado por profissionais de diversas áreas- da pediatria e ortopedia à gastronomia e turismo.

Quem está por trás da novidade é o publicitário Felipe Sanchez, de 30 anos. Morador do Alto de Pinheiros, em São Paulo, ele ainda não tem filhos, mas já anda colocando a ideia em prática. Com 10 anos de mercado, passou por grandes empresas, como McCann-Erickson, Young & Rubicam e Google. Hoje, investe na nova plataforma, além de trabalhar na Viacom International Media Networks, detentora dos canais pagos Nickelodeon e MTV.

Abaixo você confere mais detalhes sobre a rede social ; )

 

Como surgiu a ideia? 

Surgiu naturalmente em conversas informais. Percebemos que as informações que continham na internet relacionadas à maternidade ou eram muito técnicas ou muito superficiais. Resolvemos preencher esta lacuna em aberto, com informações relevantes, embasadas tecnicamente, mas com uma linguagem de fácil entendimento.

 

Além de você, tem mais gente por trás do projeto?

O médico, ginecologista e obstetra Fábio Aiello Padilla, de 34 anos, e o administrador Cassiano de Souza Morelli, de 32 anos.

 

E fizeram pesquisas de campo?

Fizemos uma pesquisa de mercado junto às mulheres e identificamos necessidades do dia a dia para que pudéssemos não apenas criar conteúdo relevante, mas também ferramentas que facilitassem a vida delas. Além disso, como o Fábio é ginecologista e especialista em reprodução humana, está sempre em contato com os anseios femininos.

Divulgação

Pode nos dar mais detalhes sobre o funcionamento do site?

Continua após a publicidade

Lançamos como um portal de informações, mas logo depois entendemos a necessidade que as mães possuem de discutir e compartilhar os assuntos relacionados à maternidade. Então, nos adiantamos e transformamos o portal em uma rede social. A ideia é apresentar conteúdos dos amigos (posts) e do M de Mãe. Este último, atualizado diariamente, é desenvolvido por profissionais parceiros que discorrem sobre assuntos específicos de cada área (ginecologia, educação, dermatologia, pediatria, gastronomia, psicologia, etc).

Quando o usuário faz o cadastro, ele indica seu perfil e momento de vida, sendo possível, assim, lhe oferecer um conteúdo compatível. Em um futuro breve, os participantes vão poder conversar por meio de chats e fóruns de discussão.

 

Quem são os profissionais parceiros?

Temos uma equipe acadêmica e multidisciplinar pronta e disposta a compartilhar informação relevante para as mães. São profissionais especializados, competentes, com excelente formação acadêmica e de destaque em suas áreas de atuação. Ao todo são 25 profissionais de 18 áreas diferentes. Todo o conteúdo que leva sua assinatura é desenvolvido e revisado individualmente por cada um deles.

 

As informações chegam ao e-mail do usuário ou é necessário estar logado?

Hoje é necessário o cadastro para acessar os posts dos amigos e conteúdo do MdM, mas será desenvolvida a tecnologia para que chegue ao e-mail também. Claro, sempre com bom senso, pois não gostamos que lotem nossa caixa de e-mails. O intuito não é enviar conteúdo por enviar, precisa ser relevante. Queremos fazer a diferença.

  Divulgação

 

Vai haver ligação com outras redes sociais, como Facebook e Twitter?

Sim, teremos a possibilidade de compartilhamento de conteúdo com outras redes sociais para que a informação possa chegar a quem precisa. Esse é o grande objetivo.

 

Quais os próximos passos?

Nosso próximo passo é a plataforma mobile. Queremos estar presente onde a usuária está e entendemos que isso é urgente e necessário, independentemente da plataforma. O segundo passo é colocar em prática as ferramentas às quais eu, como comunicador, acredito ser o grande diferencial da marca, pois ainda não existe nada semelhante no mercado digital. Algumas delas seriam um pré-natal digital com interface com médicos e consultórios, lista de enxoval personalizada e calendário menstrual inteligente.

 

Continua após a publicidade
Publicidade