Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Maresia Fluminense Por Blog

Geribá dá onda

A cinco minutos do centro da cidade, Geribá é a praia dos surfistas e da badalação em Búzios. Embora não muito grandes, suas ondas costuma vir em sequências com qualidade suficiente para que garotos e veteranos dropem à vontade. Sua larga faixa de areia dourada permite que uma multidão de banhistas se aboletem com conforto em suas […]

Por juliobarros Atualizado em 25 fev 2017, 19h03 - Publicado em 11 jul 2013, 22h19

A cinco minutos do centro da cidade, Geribá é a praia dos surfistas e da badalação em Búzios. Embora não muito grandes, suas ondas costuma vir em sequências com qualidade suficiente para que garotos e veteranos dropem à vontade. Sua larga faixa de areia dourada permite que uma multidão de banhistas se aboletem com conforto em suas cadeiras e barracas durante o verão e os feriados.

 Seus dois quilômetros de praia são percorridos diariamente por um pelotão de atletas amadores em busca da boa forma.

 A areia na banda direita da praia é dourada, com um forte tom alaranjado. Trechos onde ela é mais compacta são utilizados para o futebol.

 Ondas constantes, das frontais no centro às direitas e esquerdas ao longo do arco da praia, convidam para a prática do surfe, do wakeboard e do bodyboard. A bandeira vermelha indica que há correntes fortes puxando para fora, mas nada que faça os esportistas desistirem, quando o swell convida a molhar os pés (Foto: Heloisa Barros).

 Batizada com o nome de uma palmeira comum no litoral fluminense, Geribá tem em suas águas uma escala que vai do verde claro ao azul profundo.

 As ondas são permanentes, às vezes pequenas, mas quase sempre suficientemente altas para o surfe. Como acontece em quase todas as praias da península, os barcos de pesca marcam presença em Geribá.

 Apesar das inúmeras pousadas e hotéis com diárias razoáveis, Geribá é pontilhada de casas de veraneio, muitas delas disponíveis para aluguel na temporada e nos feriados.

 Construídas de frente para o mar, essas casas estão separadas da areia apenas pela estreita faixa de vegetação nativa e canteiros. As construções seguem o estilo buziano, obrigatório nessa parte da cidade.

 A polêmica ocupação dos morros tem sido feita com belos casarões.

 Milho verde e água de coco são oferecidos ao longo de toda a praia.

 No pedaço dos surfistas, o açaí não podia faltar.

  Restaurante com lounge e happy hour é um ponto de agito durante o verão. Aberto de frente para o mar, serve peixes frescos, sucos, saladas e coquetéis.

 No point mais agitado, Geribá protege o que resta da vegetação de restinga. O veranista traz sua tralha de casa, mas o turista, para não assar ao sol, pode alugar por 30 reais cadeiras e guarda-sol.

Continua após a publicidade

 Quem não quer pagar os 30 reais, pode contemplar a paisagem enquanto toma uma cerveja na cobertura de palha do restaurante.

 Mais tranquilo, o canto esquerdo da praia abriga a Aldeia de Geribá e tem ruas arborizadas onde estacionar o carro, além de pequenos estacionamentos.

 É deste lado que ficam as casas dos pescadores, que dividem as ruas estreitas com bares e algumas casas de veraneio mais modestas.  O acesso à praia se dá por ruelas calçadas com pedras no estilo pé-de-moleque.

Ao longo dos estreitos caminhos até a areia, restaurantes e lanchonetes disputam os clientes com cardápio variado.

Ao contrário do lado direito, aqui as cadeiras, mesas e guarda-sol são oferecidos gratuitamente pelos bares e restaurantes.

 O mar é pequeno para o surfe, mas faz a alegria dos banhistas, pelas águas transparentes.

 Restaurantes rústicos escondem algumas boas surpresas, como pratos elaborados de camarões, peixes frescos e até champanha servido na areia.

 Nos dois cantos da praia há pranchas de surfe e stand up paddle para aluguel, além de escolinha para pequenos e marmanjos que queiram se iniciar na arte de dominar as ondas.

Os siriris perambulam entre as mesas, à cata de migalhas, ignorando a presença dos banhistas.

 Deste lado a areia é mais clara e as águas mais calmas e transparentes.

 Uma vegetação mais exuberante oferece até sombra para aquela soneca depois do mergulho.

 Geribá é também uma butique, com artesanato variado vendido por ambulantes registrados na prefeitura. Produtos fabricados no local, como cangas, saídas de praia, batas, colares e bijuterias artesanais em geral podem ser comprados na areia até com cartão de crédito.

 Como se não bastasse a beleza local, pelo extremo esquerdo da praia de Geribá o banhista tem passagem fácil para a pequena e bela enseada da Ferradurinha.

(Fotos: Julio Cesar  Cardoso de Barros e Cristina Ramos)
Continua após a publicidade
Publicidade