Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Julia Golldenzon Por Julia Golldenzon, estilista carioca

Estilistas estrelam campanhas em 2020

Da criação das peças ao estúdio, a experiência de ser garota-propaganda

Por Julia Golldenzon Atualizado em 28 dez 2020, 14h46 - Publicado em 28 dez 2020, 14h22

Acostumados a criar imagens de moda para traduzir suas criações, muitos estilistas experimentaram mudar um pouco de lugar em 2020 e viraram estrelas de campanhas. As circunstâncias são diferentes, mas a aproximação entre criador, criatura e consumidor acabou sendo uma novidade bem bacana deste ano. Andrea Marques, Isabela Capeto, Julia Gastin, Cris Barros, Alessa Migani e até eu mesma nos rendemos à experiência de sair de trás das câmeras para assumir o lugar de garota-propaganda – confesso que me soa estranho chamar estilistas de garotas-propagandas, mas é isso mesmo!

Os motivos que fizeram estilistas virarem modelos por um dia variam muito. Para lançar a collab Pabi Fashion Squad, assinada por Isabela Capeto, Julia Gastin e Andrea Marques, a Mr.Cat convocou as próprias estilistas para posarem com suas criações. Cada uma desenvolveu um modelo novo da espadrille Pabi com duas variantes. O resultado foi uma campanha original super bonita em que rapidamente, ao vermos as estilistas, identificamos o estilo e a personalidade delas em cada um dos calçados. Basta ver Isabela, por exemplo, e associamos ao artesanal, às cores, às aplicações e aos bordados.

Por falar em Isabela, na quarentena, ela produziu uma série de imagens super interessantes ao lado de sua filha, a designer Chica Capeto, e do amigo e stylist Felipe Veloso, que passou parte do isolamento social hospedado com elas. A casa dela virou cenário. Para quem é cliente da marca, foi bacana ver que a decoração da estilista espelha também a personalidade e o estilo das roupas criadas por ela. Outra que também posou para sua própria marca ao lado da filha foi Cris Barros. Ao lado da pequena Gaia, ela estrelou a campanha de Dia das Mães e também a da coleção cápsula Margaritas, que compõe o verão 2021 da grife, inspirado na América Latina.

Faz alguns anos que Alessa Migani ocupa o papel de garota-propaganda de sua marca. A designer leva para as fotos a explosão de alegria, estampas e cores que ela mesma é na vida real. Em seus desfiles, nos bons tempos de Fashion Rio, Alessa sempre foi uma atração à parte, quando encerrava a apresentação dançando, cantando e de braços abertos.  

Eu mesma, que sempre me considerei mais tímida, me vi obrigada a ser a modelo das coleções de homewear lançadas no auge do isolamento social. Não podíamos ter uma equipe, estúdio, modelos e maquiadores por conta da pandemia. A maneira que encontrei para apresentar as peças foi posar eu mesma, na minha própria casa, com os looks. Curiosamente, acabei me surpreendendo com o retorno dos amigos e clientes, que me pareceram se identificar ainda mais ao ver uma mulher real que eles conhecem vestindo a coleção. Esta reação positiva me encorajou a experimentar esta ação em outras ocasiões e quem sabe me arriscar a repetir no futuro.

Talvez essa identificação das pessoas tenha a ver com o fato de que elas desejam cada vez mais ver mulheres mais reais nas campanhas de moda. Outro fator relevante é que um estilista, em especial os que são donos da marca, acabam criando peças de que eles realmente gostam e usam e que espelham seu estilo e personalidade. Que me perdoem as Giseles (Bündchen), Isabelis (Fontana) e Alessandras (Ambrosio), mas depois da experiência, arrisco dizer que a melhor garota-propaganda talvez seja mesmo sua própria criadora.

Continua após a publicidade
Publicidade