NY para todos

Dicas de NY bairro a bairro com o que tem de melhor para fazer na big apple

Nova York é uma delícia em quase todas as épocas do ano (com exceção do verão, quando a cidade ferve sob o sol e o CO2). Gosto mais de Big City entre setembro a início de junho, mais especialmente no inverno. Na minha opinião, NY combina com frio e com neve mais que tudo, mas também é verdade que o charme impera em qualquer mês. Por isso, tome nota das dicas desse post. Eles valem para os 365 do calendário solar.

NY no inverno

PISTAS DE PATINAÇÃO – são três ao ar livre que abrem fim de novembro/começo de dezembro e ficam até  fim de janeiro: Wolmann (Central Park), e do Rockefeller e BryantsPark.

A de Bryant é gratuita : não é preciso pagar entrada, e você pode usar seus os patins. Na pista de patinação do Central Park, pagamos US$19 por pessoa para entrar + US$9 por patins/pessoa (preços dez 2018). Não é exatamente barato, mas tambem não há limite de tempo. E patinar no gelo no Central Park tem o plus de estar cercado pela vista mais icônica da cidade.

VITRINES DE NATAL –  em dezembro vale a peregrinação pela vitrines de Natal, com esculturas robotizadas, milhares de luzes de led, trilhas sonoras pra dar clima, cristais. É fora de série.

 

NY no verão

AO AR LIVRE: Fique de olho na Tim e Out para saber o que tem programado na cidade no período em que você estiver lá. NY no verão é tomada por cinemas e shows ao ar livre, com normes telões emontados no Central Park e programação gratuita para todas as idades. Fique de olho!

NY em qualquer época do ano

Aqui vai uma lista de programas para você botar no seu roteiro:

SIX FLAGS: Fica depois de New Jersey. O parque é especializada em montanhas-russas e quedas-livres, e é imperdível, ainda mais pra quem está em NY com crianças e adolescentes. Com exceção do inverno há ônibus direto saindo do terminal de Port Authority (perto da Times Square). O trajeto leva cerca de 3h, mas vale à pena.

EXPLORAR AS ÁREAS DE WEST VILLAGE, CHELSEA E MEATPACKING DISTRICT: Esse é um lado de NY de prédios mais baixos, de tijolinhos vermelhos, com menos turistas e mais moradores. Aq ui estão o Nataly. o Hotel Chelsea (com o fachada grafitada pelo Osgêmeos, a Highline, o Whitney Museum e o Chelsea Market, e almoce por lá.Bata perna mesmo. Esse é um dos pedaços mais fotogênicos de New York. Se ainda tiver disposição para ingerir mais um pouco de glicose, termine seu dia na Magnólia Bakery, na esquina da Bleecker com rua 11. É onde servem os cupcakes mais famosos de NY.

Compre aqui ingressos para shows, tours, traslados, excursões, atividades e visitas guiadas em diversas atrações nos Estados Unidos. Pague em reais e sem IOF! 

UPPER EAST SIDE, THE MET, CENTRAL PARK E TIMES SQUARE: Você pode, e dever, dar uma pedalada pelo Central Park: é uma delícia, e um bom jeito de explorar o parque todo, que é enorme. O melhor nesse caso é alugar uma bike para o dia todo. Sai mais barato do que a bike pública, que custa US$ 9 para cada 15 minutos.

E aí faça paradas no Met (museu incrível e que no verão abre seu café no terraço com vista pro parque)  explore o luxo do Upper East. A poucos metros do Central Park também fica o MoMA, que virou nosso museu xodó, com obras de Picasso, Warhol, Aaron, Abbot, pôsteres e grafites licérgicos dos anos 60.  Por fim, estique até a Times Square.

BROOKLYN (WILLIAMSBURG & DUMBO): É o bairro mais festivo e boêmio de NY. Para chegar, pegue o East River Ferry no Pier 11 até  Williamsburg (15 minutos de travessia; terceira parada). Se for sábado, você vai dar de cara com a Smorgasburg, uma feira de comida para todos os gostos. Dali, é só seguir em frente, e bater perna no quadrante que vai da 6th e a 11th street, entre a Bedford e a Kent Avenue. Termine em Dumbo, onde tem a vista impagável da ponte do Brooklyn.

roteiro nychelsea Nova iorquechelsea Nova iorque

dicas de nova yorkdicas de nova yorkdicas de nova yorkdicas de nova york    dicas de nova york

img_1172

ONDE SE HOSPEDAR:

Hotel em NY é caríssimo, mas da última vez descobrimos o Wolcott, um centenário que ocupa um prédio histórico na 34th st.

O Hotel Wolcott foi justamente a melhor opção de hotel acessível e MUITO bem localizado!!! E olhe que é uma tarefa árdua encontrar hotel em Manhattan com valores na faixa de U$110. Quase aos pés do Empire State Building, o hotel encontra-se em uma posição estratégica na ilha, de onde é possível ir andando até as grandes atrações da cidade, como Times Square, Rockefeller Center, Central Park, dentre outros. Ah, foi aqui que a Anitta gravou o clipe Downtown!

 (Juju na Trip/Veja Rio)

 (juju na trip/Veja Rio)

 (juju na trip/Veja Rio)

 

SalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvar

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s