Clique e assine por apenas 3,90/mês
Juju na Trip Por Blog Uma família de cariocas vivendo o que há de melhor na vida, e compartilhando todas as dicas por aqui. Acompanhem!

Como fica a reabertura do turismo em Búzios

Vejam como será a retomada das atividades dos hotéis, bares, restaurantes e nas praias do balneário a partir deste fim de semana

Por Blog Juju na Trip - Atualizado em 31 ago 2020, 18h58 - Publicado em 30 jul 2020, 13h48

Búzios retoma suas atividades turísticas neste fim de semana, a partir de 1º de agosto, com a reabertura de bares e pousadas. As barreiras sanitárias para acesso à cidade serão mantidas, e os viajantes terão agora que apresentar um QR Code aos agentes, além de ter a temperatura aferida. O código será emitido pelos hotéis e restaurantes para seus clientes, e visa impedir a entrada de visitantes que vão para Búzios apenas passar o dia. A reabertura do turismo acontece um mês depois da flexibilização do funcionamento de bares e restaurantes.

Como ficam as praias nessa retomada:

As praias de Búzios seguem todas fechadas para banho de sol na areia. Por enquanto, estão abertas apenas para a prática de esportes, o que inclui caminhadas, corridas, Stand Up Paddle, natação, surfe, caiaque e afins.

Ferradurinha, ótima praia para SUP, natação, snorkel.
Na reabertura de Búzios, só será permitido ficar na praia praticando atividades. A Praia da Ferradurinha, ótima para SUP, natação, snorkel. Divulgação

Dito isso, encontre seu trecho de mar:

Para surfe, as melhores são Brava e Geribá.

Já natação, sup, snorkel, caiaque, vá para Foca, Forno, Manguinhos (lugar perfeito para estar dentro d’água na hora em que sol se põe), João Fernandes e Fernandinho, Azeda, Ossos e Bardot. Em João Fernandes, inclusive, há uma área demarcada para snorkel.

A Rasa, por sua vez, é para a turma do kite e wind.

Por-do-sol em Manguinhos: lugar e horas perfeitas para estar dentro da água Juju na Trip/Veja Rio
Juju na praia de João Fernandes.
Juju na praia de João Fernandes: SUP está liberado.

Funcionamento de bares e restaurantes:

Os bares e restaurantes de Búzios estão funcionando desde julho com 50% da capacidade, ocupação limite que se mantém nessa retomada do turismo. E com toque de recolher às 23h, mantendo sempre os procedimentos de controle do vírus como regra.

O Belli Belli Gastrobar, no Porto da Barra, colocou pedais para higienização das mãos, equipou a equipe com os EPIs, e criou o cardápio QR Code, conta o proprietário Alfredo Navas. Além disso, ele passo a abrir 2 horas mais tarde em função da sanitização cuidadosa que é feita diariamente no ambiente.

_ Fora isso, as mesas estão distantes 2 metros, e compramos 2 mil máscaras. Se alguém chega sem, a gente entrega uma e solicita o uso. E o condomínio Porto da Barra colocou uma pessoa para rodar pelo deque da praia solicitando que todos usem máscaras, e evitando a formação de grupos próximos – conta ele.

Já o cardápio do Belli se manteve, e ainda ganhou drinks novos, mais uma vez com a assinatura do bartenders Marcelo Serrano.

O Moscow Mule: drink clássico do Belli Belli, com xarope de capim limão, vodka e espuma de gengibre Ricardo Brajterman

 

No restaurante 74 o cliente é recebido com um termômetro. Ninguém entra ou trabalha sem a temperatura aferida. O uso de máscara é obrigatório para os funcionários e, para os frequentadores, quando se levantarem das mesas.

Reabertura do turismo Buzios: procedimentos à risca no restaurante 74 Restaurante 74/Veja Rio

O Bar do Zé , na Orla Bardot, segue na mesma linha. Máscaras, gel na mesa, na entrada e movimento controlado. Estevão Figueira de Mello (o Zé), sócio do restaurante, vê a retomada de forma otimista, e defende ainda que a barreira seja mantida.

_ Isso aqui está uma maravilha. Acredito que o turismo precisa, sempre, desse controle. É até uma forma de preservação do local.

reabertura búzios: o Bar do Zé, que serve comida também na varanda
Reabertura búzios: o Bar do Zé, que serve comida também na varanda. Calmaria voltou à Búzios Thales Leite

O Rocka também reabriu faz um mês, se adaptou aos procedimentos. A parte interna do restaurante funciona com apenas 16 lugares, o terraço ganhou ares de living com namoradeiras longes umas das outras para respeitar o distanciamento, no gramado podem no máximo duas pessoas no colchão menor e 4 no maior.

_ Não deixamos mais que dois casais juntos para que não haja aglomeração. Se chega um grupo maior, a gente divide. E a aceitação tem sido boa; as pessoas têm respeitado os protocolos_, conta o chef e proprietário, Gustavo Rinkevich, que explica que também adaptou o cardápio por causa da pandemia e da logística. _ Agora tem mais itens locais ainda.

Para Rinkevch, a reabertura lenta e de forma responsável é o melhor caminho para garantir o controle do vírus.

Continua após a publicidade
O Rocka, na Brava: entre os cuidados, além de máscaras, menos mesas e no máximo 4 pessoas por grupo Rocka/Veja Rio

Trilhas ao ar livre:

Atividades ao ar livre sempre foram uma atração em Búzios. Agora, com a necessidade de distanciamento social e o risco de atividades físicas em academias, práticas como trekking ganham mais adeptos.

Para quem gosta de caminhar, o destino tem trilhas que rendem lindos visuais e bons mergulhos em Búzios. A Cactus Experiências, agência especializada em esportes na natureza, indica três delas: a da Serra das Emerências, a do Pai Vitório e a que leva às piscinas naturais da Ferradurinha.

_ Nós levamos em todas. Nossos grupos são de no máximo 10 pessoas, e cuidamos para que o distanciamento de 1,5 metro seja mantido entre os integrantes do grupo que não estejam juntos. Além, claro, do uso de máscaras e álcool em gel _ conta Paula Rascão, proprietária da agência.

Paula é  também a idealizadora da plataforma e-Trilhas e do app Trilha Transcarioca. Em 2017, foi convidada a representar o Brasil no Japão, durante a expedição da rede mundial World Trails Network.

o que fazer em Buzios: trilha para as piscinas naturais da Ferradurinha
o que fazer em Buzios: trilha para as piscinas naturais da Ferradurinha

Onde ficar em Búzios: 

Pelo decreto municipal da reabertura de Búzios, a hotelaria poderá funcionar com lotação de até 70%. Alguns estabelecimentos vão reabrir já neste fim de semana, como é o caso do Boutique Hotel & Spa Casas Brancas.

– Seguiremos todas as medidas obrigatórias e mais algumas extras. A sanitização de todas as áreas sociais do hotel é feita duas vezes por dia com peroxi-4, um produto hospitalar que mata germes, bactérias e vírus, e diariamente nos quartos. Também fazemos a sanitização de toda a roupa de cama, toalhas e móveis com o Rainbown (o equipamento tem, entre outras tecnologia, o filtro HEPA) – conta Santiago Bebianno, sócio da pousada.

Medição da temperatura de funcionários e hóspedes, e obrigatoriedade de máscaras nas áreas comuns, também estão entre as medidas adotadas pelo Casas Brancas, conta o sócio da pousada. Além de EPIs específicos para proteger a equipe de limpeza.

Hoteis Búzios: o Boutique Hotel & Spa Casas Brancas: tem ambientes arejados e cuidados além dos obrigatórios
Hoteis Búzios: o Boutique Hotel & Spa Casas Brancas

O Vila da Santa, na Praia dos Ossos, também volta a funcionar neste fim de semana. Além de todos os procedimentos recomendados pela Anvisa, a pousada implementou cuidados extras sugeridos pela Brazilian Luxury Travel Association.

_ Teremos check-in online, o que vai diminuir o tempo de permanência do hóspede na recepção, o café agora será à la carte, e as refeições podem ser desfrutadas ao ar livre – conta o gerente comercial, Manuel de Oro.

Sobre a retomada, Oro conta que vem se confirmando a tendência do slow travel.

_ No lugar das reservas de uma noite, aumentou a procura por estadas mais longas e de famílias _ diz ele, que apoia a manutenção da barreira sanitária. _ A cidade fica mais vazia, e é mais fácil manter o distanciamento.

O hotel Vila de Santa, em Búzios, também reabre esse fim de semana com cuidados extras Vila de Santa/Veja Rio

Há, porém, hotéis que preferiram esperar. O Relais la Borie, por exemplo, adiou o retorno das atividades para setembro.

_ Assim, conseguimos nos preparar com ainda mais segurança – explica a gerente operacional, Gloria Vega. _ Todo dia há novidades, e estamos nos adaptando em tudo. Já compramos os mesmos protetores de colchão e de travesseiros que são usados na Rede d’Or, montamos uma uma equipe só para trocar os lençóis, outra apenas para limpeza do quarto, e cada uma delas usará os EPIs necessários à função. Já o café da manhã seguirá como bufê, só que assistido por um funcionário, e com barreiras de acrílico.

O La Borie e sua área externa de frente pro mar
O La Borie e sua área externa de frente pro mar Debora Garcia/Divulgação

Outra pousada que reabriu é a  Cactus(antiga Ilana).

_  Esperamos os primeiros dias para reabrir com calma e nos adaptar a todos os protocolosr _ conta a proprietária Paula Rascão.

Pousada Cactus: reabertura com todo o cuidado Divulgação Cactus/Veja Rio

Outros hoteis que já estarão abertos em agosto

E para quem preferir, casas para aluguel:

Como fica a Rua das Pedras de noite:

O comércio também reabriu, mas com o toque de recolher às 23h.

⇒ Para saber mais, siga o Juju na Trip no instagram e assine o canal do youtube.

Continua após a publicidade
Publicidade