Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Fabiano Serfaty Por Fabiano M. Serfaty, clínico-geral e endocrinologista, MD, MSc Saúde, prevenção, tratamento, dieta, bem-estar, tecnologia, inovação médica e inteligencia artificial com base em evidências científicas

DIETA RICA EM PROTEÍNA MELHORA A PRESSÃO ARTERIAL

Mais uma boa notícia para os amantes das proteínas! Adultos que consomem uma dieta rica em proteínas (Low carb) apresentam um risco menor de desenvolver hipertensão arterial, segundo uma nova pesquisa recém publicada pela Universidade de Boston. O estudo, publicado no American Journal of Hypertension, demonstrou que indivíduos que consumiram uma média de 100 gramas […]

Por fernanda Atualizado em 25 fev 2017, 18h32 - Publicado em 23 set 2014, 00h23

Mais uma boa notícia para os amantes das proteínas!

Adultos que consomem uma dieta rica em proteínas (Low carb) apresentam um risco menor de desenvolver hipertensão arterial, segundo uma nova pesquisa recém publicada pela Universidade de Boston.

O estudo, publicado no American Journal of Hypertension, demonstrou que indivíduos que consumiram uma média de 100 gramas de proteína por dia – um pouco mais do que a proteína contida em um bife médio – diminuíram em 40 % o risco de ter pressão alta em comparação aos indivíduos que consumiram dietas com poucas proteínas.

Um em três americanos apresenta hipertensão arterial e 78 milhões apresentam a obesidade – principal fator de risco para o desenvolvimento da hipertensão, a qual por sua vez também é um dos fatores predisponentes mais comuns para os acidentes vasculares cerebrais e para as doenças cardíacas, especialmente quando combinada com o excesso de peso.

Continua após a publicidade

Para chegar a essas conclusões, os pesquisadores analisaram as dietas de participantes saudáveis ​​do Framingham Offspring Study e monitoraram a pressão arterial durante um período de 11 anos. Eles descobriram que os adultos que consumiram mais proteínas, seja de origem animal ou vegetal, tinham níveis de pressão arterial significativamente mais baixos depois de quatro anos de seguimento, independentemente de estarem com sobrepeso.

Este estudo foi financiado pelo National Heart, Lung, and Blood Institute’s Framingham Heart Study e pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.

Estes resultados não fornecem nenhuma evidência para sugerir que as pessoas preocupadas com o desenvolvimento da hipertensão arterial devem evitar proteínas na sua dieta.
Pelo contrário, a ingestão de proteínas pode desempenhar um papel na prevenção a longo prazo da própria hipertensão arterial, explicou Lynn Moore, professor de medicina da Universidade de Boston, que conduziu este estudo clinico.

Fonte:

J. R. Buendia, M. L. Bradlee, M. R. Singer, L. L. Moore. Diets Higher in Protein Predict Lower High Blood Pressure Risk in Framingham Offspring Study Adults. American Journal of Hypertension, 2014; DOI: 10.1093/ajh/hpu157


DR. ALBERTO R. SERFATY
CRM 52 – 25 810-4
Clinica Médica – Nutrologia – Endocrinologia
Diretor Médico da Serfaty Clínicas Integrad

Continua após a publicidade
Publicidade