Clique e assine por apenas 4,90/mês
Fabiano Serfaty Por Fabiano M. Serfaty, clínico-geral e endocrinologista, MD, MSc Saúde, prevenção, tratamento, dieta, bem-estar, tecnologia, inovação médica e inteligencia artificial com base em evidências científicas

Conheça a febre Zika

Quais a semelhanças e diferenças entre a Dengue, a febre Chikungunya e o vírus Zika Mapa -múndi mostrando a distribuição de Zika – Fonte : https://fr.wikipedia.org/wiki/Virus_Zik Segundo os parâmetros técnicos da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil passa por uma epidemia de dengue e vive o aparecimento de outras doenças, como a febre Chikungunya […]

Por fernanda - Atualizado em 25 fev 2017, 17h44 - Publicado em 30 nov 2015, 12h35

Quais a semelhanças e diferenças entre a Dengue, a febre Chikungunya e o vírus Zika

mapa Mapa -múndi mostrando a distribuição de Zika – Fonte : https://fr.wikipedia.org/wiki/Virus_Zik

Segundo os parâmetros técnicos da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil passa por uma epidemia de dengue e vive o aparecimento de outras doenças, como a febre Chikungunya e o vírus Zika. Tudo isto em curto espaço de tempo, fazendo com que a população fique preocupada e temerosa sobre as possíveis dúvidas em relação às todas estas doenças. Outro ponto importantíssimo que merece atenção, é que as doenças, são transmitidas pelo mesmo mosquito causador da dengue e têm alguns sintomas muito semelhantes.

Casos no Brasil

Para a comunidade científica, possivelmente o Zika vírus, adentrou ao país, no período da copa do mundo, trazido por turistas que vieram participar do evento mundial da FIFA, encontrando em nosso território o mosquito que passou a ser o vetor intermediário do contágio.

Estrutura Viral

Screen Shot 2015-07-29 at 1.41.50 PM

O que é a febre Zika?

É uma doença causada por um vírus (ZIKV), transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, mesmo transmissor da Dengue e da febre Chikungunya.O ZIKAV é um vírus RNA e apresenta duas linhagens, uma africana e outra Asiática.

O que tem em comum?

O que a febre Zika, a Chikungunya e a Dengue têm em comum é que são transmitidas pelo mesmo mosquito, o Aedes aegypti. Contudo, a Zika apresenta-se mais branda e a cura é bem rápida. O vírus não é tão agressivo quanto o da dengue ou da Chikungunya e os pacientes apresentam um quadro típico de alergia.

Como é transmitido o virus Zika?

O vírus é transmitido aos humanos através de picadas do inseto  Aedes aegypti, que geralmente pica ao final do dia e à noite.

Quais são os sintomas?

sintomas

É uma doença ainda pouco conhecida. São poucos os episódios onde há um embasamento dos outros casos e estudos dos surtos. De acordo com os estudos, somente 18% das infecções humanas resultam em manifestações clínicas. Porém podem apresentar como sintomas, as seguintes características: exantema maculopapular, febre baixa, artralgia, mialgia, dor de cabeça, hiperemia conjuntival não purulenta e sem prurido, edema, dor de garganta, tosse, vômitos, além de outros sintomas.

tabela

Continua após a publicidade

Podem haver óbitos com a febre Zika?

Os quadros clínicos geralmente são benignos e autolimitados com duração de 3 a 7 dias. Não há até o momento registro de óbitos devido a doença.

Qual é o tratamento?

O tratamento é aliviar os sintomas que causam desconforto aos pacientes.

Existe vacina para a prevenção do virus Zika?

Não há vacina nem tratamento específico para a doença até o momento. Assim como na dengue, o uso de ácido acetilsalicílico (aspirina) deve ser evitado por causa do risco aumentado de hemorragias.

O Aedes Aegypti pode transmitir mais de uma doença ao mesmo tempo?

De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz, é possível que um mosquito transmita Dengue e Chikungunya simultaneamente, porém ainda não há comprovação científica, que demonstre a possibilidade do Zika vírus ser transmitido ao mesmo tempo que os outros dois vírus.

Quais as medicinas de prevenção e controle?

São similares aos do controle da Dengue, por isto a grande importância de se manter o domicílio limpo, evitar acúmulo de água parada, não deixar vasilhames e outros objetos que porventura possam servir de criadores e por fim reduzir a densidade populacional do Aedes aegypti , por meio de ações específicas, realizadas por profissionais especializados em controle de pragas e vetores.

Fontes:

www.saude.gov.br/svs
Ministério da Saúde – CIEVS Nacional – Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde – Nota Informativa 07/2015 – Evento de Saúde Pública (ESP) relacionado a casos de síndrome exantemática em estados da Região Nordeste do Brasil em 2015 – atualização 3.
Organização Panamericana de Saúde- Alerta Epidemiológico. Infeccion por vírus Zika – 7/05/2015
Centro de Vigilância Epidemiológica “Prof. Alexandre Vranjac”- Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. www.cve.sp.gov.br acesso em 30/04/2015

 

garoto

Maxwell Braz de Lima
Engenheiro Agrônomo/ Diretor Técnico- Inset Hunter
Pós Graduando em Engenharia de Segurança do Trabalho – FUNCEFET
Membro Fundador do Núcleo de Estudos de Pragas Urbanas e Agrícolas
( NECPUA/UFRRJ- Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro)
Inset Hunter Soluções Ambientais LTDA

insethunter.com.br 

insethunter@insethunter.com.br

 

Continua após a publicidade
Publicidade