Clique e assine por apenas 7,90/mês
Fabiane Pereira Por Blog

Quarentena musical: artistas se unem em movimento virtual

A formação de uma rede de produção coletiva para ajudar a romper o isolamento através da internet

Por Fabiane Pereira - Atualizado em 20 mar 2020, 14h52 - Publicado em 20 mar 2020, 14h50

Desde pequena, vejo o copo meio cheio. Nunca consegui vê-lo meio vazio como muita gente insiste em dizer. Talvez eu seja uma Polyana nata ou só goste muito de sonhar. Mas ao ler sobre as águas claras cheias de peixes em Veneza, ver na TV que as manchas de poluição vistas sabe-se lá de onde desapareceram do céu chinês, ao ouvir as cantorias nas sacadas de todo mundo e os gritos de #ForaBolsonaro nas varandas Brasil afora, voltei a sonhar alto.

É muito animador ver a união da classe artística neste momento e conforme prometido na coluna publicada na última terça, fiz um pequeno levantamento de projetos musicais que surgiram na esteira deste isolamento social a que todos nós fomos submetidos para conter a disseminação do Coronavírus.

Inspirados no @festivaleuficoemcasa criado em Portugal, artistas de todos os gêneros musicais e produtores de todo país se uniram em uma rede de produção coletiva para ajudar a romper o isolamento através da internet. Cada um na sua casa e todos acompanhados.

Segue abaixo a listinha dos festivais que vão acontecer. Prometo atualizá-la semanalmente.

Continua após a publicidade

 

#TamoJunto: a iniciativa do jornal O Globo vai reunir 30 pockets shows ao vivo, de hoje até domingo, com transmissões de lives de nomes como Francisco Gil, Castello Brnaco, Mallu Magalhães, Teresa Cristina, Pedro Luis, Margareth Menezes, Adriana Calcanhotto e muitos outros. Cada artista vai transmitir seus shows diretamente de seus canais no Instagram e também no site, nas redes sociais e no Youtube do próprio jornal.

#FestivalMusicaEmCasa: A gravadora Universal Music reuniu boa parte do seu casting num festival online que estreia hoje e vai até o dia 29 de março. Serão 5 shows por dia, todos os dias, que vão acontecer entre às 19h e às 21h30. Todos os shows serão transmitidos direto da casa dos artistas, captado pelo próprio e transmitido numa live em seu perfil do Instagram – sem envolvimento de equipe ou terceiros, obviamente. O primeiro show do festival será da cantora Sandy e na sequencia Michel Teló, Mar Aberto, Maneva e Cortesia da Casa.

#FestivalNaSala: amanhã (21) e domingo (22), o festival vai reunir, virtualmente, artistas e bandas independentes em tempos de pandemia. Artistas de todo o país e uma atração internacional vão ajudar a reforçar o apelo das autoridades sanitárias para que as pessoas permaneçam em casa. O line-up do primeiro dia de festival conta com 12 atrações que vse revezarão em shows de 30 minutos, a partir das 14h. Os shows serão transmitidos pelos perfis de cada artista no Instagram e compartilhados no perfil do festival – @festivalnasala.

Continua após a publicidade

#FestivalFicoEmCasaBR: Artistas e produtores independentes estão à frente desta iniciativa que vai reunir de forma online mais de 60 shows diferentes em formatos inéditos e intimistas. Numa programação com mais de 40 horas e um lin up cheio de artistas, o festival vai dar a chance de mais pessoas conhecerem os trabalhos de múltiplos estilos e gêneros que tem sido produzido na cena musical contemporânea nacional. Entre os dias 24 e 27 de março vai acontecer a 1ª edição do festival e a produção já está organizando a 2ª e a 3ª edição para as semanas seguintes. A programação conta com nomes como Maria Gadu, Emicida, Adriana Calcanhotto, Francisco El Hombre, Urias, Boogarins, Valesca Popozuda, Paulo Miklos, Romero Ferro, Majur, Rennan da Penha Froid, Academia da Berlinda e muitos outros. A transmissão será realizada pelo instagram dos artistas e retransmitido pelo YouTube e instagram do festival, sempre entre 13h30 e 23h30. Cada apresentação musical terá duração de 30 minutos. O festival ainda conta com a apresentação de diversos jornalistas e artistas como Alexandre Matias, Didi Couto, Iago Reiz, Influência Negra, Jarmeson de Lima, Leonardo Lichote, Luisa Micheletti, Marina Person, Max B.O., Patricia Palumbo, Pedro Antunes, Raquel Virginia, Renata Simões, Roberta Estrela D’Alva, Roberta Martinelli, Roger Cipó, Sarah Oliveira, Samuel Gomes, Tia Má, Thunderbird, Kiara Felipe, Preta Rara e eu.

Sabemos que o momento é crítico pra todo mundo mas iniciativas como estas nos fazem ter esperanças. Conectar pessoas através da música ajuda a repensar nossas ações quando tudo isso passar. E vai passar.

Boa iniciativa

Importante ressaltar que o mercado da música não é feito só de artistas. Há uma imensa quantidade de profissionais que trabalham nesse ecossistema que estão em condições dramáticas por conta dos cancelamentos e adiamentos dos eventos culturais. Pensando nisso, Thaís Bernardini, d’A Ponte Produções, convidou alguns parceiros e artistas para participarem de uma vaquinha virtual que oferece produtos e serviços direcionados a artistas e bandas ou àqueles que querem apoiar a classe. Recompensas musicais foram criadas e toda a receita da campanha online será distribuída entre os técnicos, produtores, iluminadores e outros profissionais da área. Pra quem quiser apoiar a ação, segue link: www.catarse.me/aponteparceiros

 

Continua após a publicidade

PAPOFLIX

 

Continua após a publicidade

Sugiro uma maratona no meu canal no Youtube. Dezenas de entrevistas exclusivas com artistas de todos os gêneros musicais disponíveis gratuitamente. Acaba de entrar no ar um bate papo feminino e feminista com a cantora Paula Lima. Bora apertar o play!!

Publicidade