Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Fabiane Pereira Por Fabiane Pereira, jornalista

Marcelo D2 estreia a nova temporada de entrevistas do Papo de Música

Canal no Youtube tem a música como protagonista

Por Fabiane Pereira Atualizado em 4 Maio 2021, 20h51 - Publicado em 4 Maio 2021, 15h00

Tornar-se expoente do encontro entre o samba e o rap, passar uma tarde com José “Pepe” Mujica, trabalhar e ficar amigo de Gilberto Gil. Estes são alguns dos (muitos) momentos marcantes na carreira do carioca Marcelo D2, convidado que estreia a nova temporada de entrevistas do canal de YouTube Papo de Música. O rapper, cantor, compositor e diretor sentou para uma conversa comigo e, fazendo jus aos versos questionadores que permeiam os quase 30 anos de sua carreira, falou sobre o cenário cultural, social e político do país, além de ter dado detalhes sobre a criação do elogiado disco Assim Tocam os MEUS TAMBORES, lançado em setembro de 2020. O bate-papo já tá no ar. 

 

 

“A gente tá em 2021, não precisávamos estar discutindo se a ciência vale a pena ou não. Jesus, que isso!” exclama D2 ao mostrar indignação com alguns dos debates sociais que ocupam a rotina brasileira. Com discos que cravaram a cultura suburbana do Rio Janeiro na história musical do país, como À Procura da Batida Perfeita (2003), o rapper confessa que a atual situação do Brasil dificulta os seus processos criativos. “Artistas são pessoas muito sensíveis e se tocam muito por isso. Eu tive o meu período mais produtivo quando eu não precisava ficar lutando contra um inimigo. Minha arte era mais construtivista do que uma arte de combate”, concluiu. 

Continua após a publicidade
Publicidade