Clique e assine por apenas 4,90/mês
Confesso que Comi Por Blog Blog de gastronomia

Presentes de grego

O Rio ganha, no mesmo dia 26, duas casas especializadas na culinária da Grécia

Por Fábio Codeço - Atualizado em 22 dez 2017, 13h32 - Publicado em 21 dez 2017, 18h26

País praticamente inexistente no mapa gastronômico da cidade, a Grécia ganha, de uma só vez, dois representantes. Na terça (26), serão inaugurados dois restaurantes desta especialidade leia-se queijo feta, moussaka, tzatziki e muitos pescados frescos, típicos da culinária mediterrânea. Em Ipanema, o Oia abre ao lado do Pici Trattroria, dos mesmos donos, que comandam ainda o Luce e a Brasserie Mimolette. Batizado com o nome de um bairro na ilha de Santorini, a casa não ficará restrita à tradicional culinária grega. Chef executivo, Elia Schramm deverá servir receitas com toques autorais e investir em preparos crus e peixes assados na brasa. Já o ambiente pretende lembrar a ilha de Mikonos, com seu casario branco de telhados azuis abobadados. No mesmo dia, o vizinho Leblon vai ganhar o Vokos, que ocupará o imóvel onde funcionou a Bloulangerie Guerin, na Dias Ferreira. Com toques contemporâneos, o cardápio terá a assinatura do chef Dalton Rangel, que se inspirou na ilha de Hydra, terra do tataravô de Victor Vokos, sócio da casa. Pedidas típicas como gyros, souvlaki, entre outras, estão na seleção de Rangel, que também oferece linguiça de frutos do mar, polvo na páprica e pescados frescos. A casa também promete uma boa seleção de vinhos gregos – os brancos, principalmente, são adoráveis, frescos, a cara do Rio.

Oia. Rua Barão da Torre, 340, Ipanema.

Vokos. Rua Dias Ferreira, 135, Leblon.

Publicidade