Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
CASACOR Tendências de decoração, arquitetura, design e paisagismo com curadoria

5 dicas para decorar o quarto por profissionais da CASACOR

Profissionais do elenco CASACOR explicam quais tendências apostar para decorar o quarto e abrem o jogo em relação às técnicas adotadas

Por Yeska Coelho/CASACOR Atualizado em 22 nov 2021, 11h18 - Publicado em 22 nov 2021, 10h00
Estudio Guto Requena - Casa LG ThinQ, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Estudio Guto Requena – Casa LG ThinQ, projeto da CASACOR São Paulo 2021. MCA Estúdio/Veja Rio

O quarto é um dos espaços mais importantes em um lar, afinal, serve como uma verdadeira “bateria” para recuperar as energias após um longo dia de atividades. Por essa razão, pensar a decoração desse ambiente pode não ser tarefa assim tão simples. É necessário lançar mão da criatividade, mas saber como equilibrar para trazer uma atmosfera mais confortável.

Além disso, a relação entre o quarto e o morador precisa ser bastante próxima, afinal, o sentimento de aconchego é algo muito particular, e por isso todas as escolhas devem ser pensadas junto da pessoa que irá habitar o espaço. Seja nas cores, texturas e até mesmo do aroma, é importante entender o que traz uma sensação agradável de maneira particular.

Sabemos que essa não é uma missão fácil, assim reunimos alguns especialistas que fizeram bonito ao apresentar quartos na CASACOR São Paulo 2021. Confira as dicas certeiras que o nosso elenco separou!

1- Busque equilíbrio dos elementos

Gregory Copello - Quarto Noah.
Gregory Copello – Quarto Noah. MCA Estudio/Veja Rio

Gregory Copello trouxe para a CASACOR São Paulo um espaço de relaxamento e descanso. Batizado como Quarto Noah, trata-se de “um ninho, um reduto. Um lugar que desconexão com o mundo exterior e conexão com o nosso interior“. Ele apostou em um visual clean e teve como inspiração a nossa ancestralidade, investindo em elementos bastante rupestres como pedras, madeira, linho e palha.

Para Gregory, na decoração do quarto é importante pensar na harmonia do ambiente, tomando cuidado para não pesar a mão no décor. Ele trabalhou com uma paleta neutra, que costuma trazer esse lado mais equilibrado para o espaço e um descanso visual para uma boa noite de sono. “O equilíbrio é encontrado através do estudo do ambiente, do mobiliário e suas relações entre si, tais como texturas, formas, luz, transparências, reflexões, etc”.

2- Evite cores que podem enjoar com o tempo

Loft do Colecionador - Intown Arquitetura.
Loft do Colecionador – Intown Arquitetura. Divulgação/Veja Rio

Por mais que você ame uma cor, encará-la todos os dias antes de dormir pode fazer com que enjoe dela, e por isso, a dica certeira de Hugo Schwartz, da Intown Arquitetura, é evitar tonalidades muito quentes e também tendências de mercado, que podem cansar com o tempo.

Para evitar esse problema, na CASACOR deste ano a Intown apostou em “cores em tom pastel, que prevalecem como tendência no longo prazo e não enjoam”. O Loft do Colecionador segue um conceito de planta aberta e o equilíbrio entre todas as estruturas garante ainda mais tranquilidade. Para Hugo, a regra é clara: “menos é mais”, assim, apostar em elementos simples e cores menos marcantes são fundamentais para garantir o aconchego no ambiente.

3- Adote soluções de acordo com a região em que está

Simplesmente Dourado - Brunete Fraccaroli.
Simplesmente Dourado – Brunete Fraccaroli. Renato Navarro/Veja Rio
Continua após a publicidade

A eterna “arquiteta colorida”, Brunete Fraccaroli surpreendeu na CASACOR São Paulo 2021 com um quarto que é puro requinte e aconchego. Ela elegeu uma paleta de cores com apenas duas cores – o branco e o dourado – para trazer uma sensação de paz e recomeço, algo que está sendo bastante discutido com a pandemia.

“Acho importante trazer questões da atualidade para os meus projetos, principalmente em uma mostra tradicional como a CASACOR. Escolhi utilizar o branco pois, ao meu ver, é uma cor que trás a sensação de paz e acho que esse é um dos principais sentimentos que a humanidade precisa nesse momento”, contou.

Como dica para decorar o quarto, a arquiteta sugere analisar bem a região e privilegiar o aconchego térmico, que pode variar de acordo com a localização da residência. “Durante a escolha dos materiais, tons neutros tendem a trazer uma sensação maior de paz e aconchego; mas cores quentes, dependendo de como forem empregadas, funcionam”.

Além disso, ela aconselha também apostar em um jogo de luzes e sombras equilibrado e também apostar em plantas, que trazer equilíbrio para o projeto.

4- Destaque a cabeceira para tornar a cama mais atrativa

Caio Bandeira e Tiago Martins - Sopro Orgânico.
Caio Bandeira e Tiago Martins – Sopro Orgânico. Renato Navarro/Veja Rio

Existem várias técnicas que agregam aconchego para o quarto, e os arquitetos Caio Bandeira e Tiago Martins da Architects + Co mostraram o poder que uma cabeceira pode ter no ambiente. Para a mostra desse ano, eles se inspiraram em um loft como um “piéd-à-terre” voltado para uma pessoa que precisa de um segundo apartamento. “No loft há espaço para viver de forma prática, para se inspirar, para receber amigos e preparar um jantar descontraído, em atmosfera de muita identidade”.

O projeto recebeu o nome de “Sopro Orgânico” pois se inspira nas formas da natureza. E o que melhor do que incorporar aquilo que é natural para trazer equilíbrio e conforto aos moradores? Eles apostaram em painéis ripados com texturas delicadas e convidam ao toque, dessa forma, trabalhando formas e cores para destacar o espaço. A fluidez e boa circulação também foram apostas certeiras para deixar o espaço mais acolhedor.

5- Utilize materiais que remetem à natureza

Espaço Kairós. Erica Salguero - CASACOR SP 2021.
Espaço Kairós. Erica Salguero – CASACOR SP 2021. Renato Navarro/Veja Rio

Decoração com palha, madeira, pedra e muitos outros elementos que trazem à natureza para dentro do lar são bem-vindos. Para Érica Salguero, esses materiais serão cada vez mais valorizados, especialmente para o quarto, que é um espaço que pede por mais aconchego.

Para a CASACOR 2021, Érica trouxe um verdadeiro presente: o Espaço Kairós, que faz referência à mitologia grega e teve como inspiração os novos hábitos para o pós-pandemia. “A proposta foi interligar esse conceito da mitologia grega com a vida atual e a nova rotina de estar em casa, proporcionando um ambiente contemplativo, acolhedor, de gratidão e resgate da qualidade do tempo e da vida”, explica.

Além do uso dos materiais que remetem a algo mais primitivo (e com isso também mais acolhedores), a arquiteta apostou em uma paleta neutra, que surpreende e revela um ambiente gostoso de se habitar. “Cores podem transmitir diferentes sensações, então escolha uma paleta de cores aconchegante, como as cores neutras”, deixa como dica final.

Continua após a publicidade

Publicidade