Clique e assine por apenas 4,90/mês
Bruno Chateaubriand Por Bruno Chateaubriand, jornalista

Telemedicina na quarentena

"70% dos pacientes nunca tinham feito chamada de vídeo antes da pandemia", relata o médico Paulo Granato, CEO da Alba Saúde

Por Bruno Chateaubriand - Atualizado em 20 Maio 2020, 18h07 - Publicado em 20 Maio 2020, 16h58

Autorizada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) em março desse ano, a Telemedicina se tornou um novo canal para a saúde. A ferramenta é uma grande aliada para pacientes e médicos nesse momento de pandemia. “Pelo nosso levantamento, 70% dos pacientes nunca tinham feito vídeo chamada pelo celular antes da quarentena”, relata o médico Paulo Granato, CEO da Alba Saúde, que completa: “A psiquiatria tem sido a especialidade mais procurada e com mais atendimentos”. Segundo uma pesquisa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, o número de casos de depressão quase dobrou, enquanto os de ansiedade e estresse aumentaram 80%, em meio à pandemia.

Publicidade