Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Bruno Chateaubriand Por Bruno Chateaubriand, jornalista

Paulo Gustavo continua arrancando declarações marcantes

Filme "Minha mãe é uma Peça" foi assunto nas redes sociais de casal de repórteres da TV Globo

Por Bruno Chateaubriand 7 Maio 2021, 20h33

Um casal de repórteres da TV Globo, que considero dos mais carismáticos do jornalismo, está no time de “new faces” de sucesso do telejornalismo. Pedro Figueiredo, que, volta e meia, faz entradas nos telejornais em CPIs, investigações do modo hard news e assuntos relativos à cena carioca; e Erick Rianelli, marido de Pedro, repórter do “Bom Dia Rio”  destacaram a importância de Paulo Gustavo e do filme “Minha mãe é uma peça” para o processo de aceitação da orientação sexual.

“Obrigado Paulo Gustavo por nos representar tanto. Paulo continuará sendo uma voz para todos nós, LGBTs”, escreveu Pedro Figueiredo no Twitter

“Paulo Gustavo nos fez rir, nos fez chorar e ensinou a muitas famílias o valor da amizade”, disse Erick Rianelli na mesma rede social.

Publicidade