Clique e assine por apenas 4,90/mês
Bruno Chateaubriand Por Bruno Chateaubriand, jornalista

O vilão da quarentena

“A bebida traz uma sensação de relaxamento, mas o consumo em excesso pode trazer reflexos negativos”, alerta a psicóloga Tabata Queiroz

Por Bruno Chateaubriand - 2 jun 2020, 15h35

O aumento do consumo de bebidas alcoólicas durante a quarentena vem sendo um dado preocupante. O volume de pedidos por delivery de fermentados e destilados aumentou em 800%  segundo dados. “A bebida traz uma sensação de relaxamento, mas o consumo em excesso pode trazer reflexos negativos”, relata a psicóloga e conselheira em dependência química Tábata Queiroz, que completa: “O efeito colateral mais comum é o aumento da impulsividade”. Hoje, 12,4% da população mundial é dependente de álcool, de acordo com dados da Abead, Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas.

Publicidade