Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Bruno Chateaubriand Por Bruno Chateaubriand, jornalista

Casamentos: “Há um ano minha agenda capotou”

No tradicional mês das noivas, profissionais de moda, beleza e gastronomia relatam um ano de crise

Por Bruno Chateaubriand Atualizado em 3 Maio 2021, 11h21 - Publicado em 2 Maio 2021, 22h02

Maio é o tradicional mês das noivas. Como prometido semana passada, antes mesmo do início do mês, iniciamos os relatos em primeira pessoa de profissionais de casamento que estão enfrentando a maior crise da história do setor no Brasil. Convidamos o estilista Silvio Cruz, dono de um ateliê na Barra da Tijuca; a maquiadora Alessandra Grochko e os donos do Rappanui, bufê de Niterói.

Silvio Cruz é estilista de noivas: “Consegui manter a equipe sem demissões”

“Manter um negócio no ramo de festa e eventos em meio à uma pandemia, tem sido desafiante.  Nossa expectativa era a retomada dos eventos já nesse ano de 2021, mas o que temos visto é casamentos sendo adiados pela terceira ou quarta vez e muitos sendo realocados para 2022.
Em um primeiro momento tentamos trabalhar 100% no modelo de home office, mas por inúmeros motivos ficou inviável. Após percebemos que tudo continuaria difícil, em comum acordo com minha equipe, resolvemos mudar nossa estratégia. Fizemos um rodízio para não atrasar os trabalhos, pois acreditávamos poder voltar em breve.

Minha equipe hoje tem mais de 10 colaboradores. Alguns estão comigo há quase 15 anos. Consegui manter a equipe sem demissões, usando nossas reservas e um planejamento financeiro mais austero. Busquei aproveitar o tempo extra para colocar em prática projetos que estavam na gaveta até então.

Por eles e por mim, precisei me reinventar como empresário e estilista, e transformar o meu negócio a partir de múltiplas frentes, inclusive me tornando um produtor de conteúdo para as redes sociais, aumentado o mix dos meus produtos e partindo para a venda online.

Hoje, além de uma diversificação de produtos com a minha marca, apostamos em expandir o meu nome para outros mercados fora da cidade do Rio e, por isso inauguramos em outubro de 2020 um atelier em Niterói. Em breve, irei lançar nosso e-commerce com a venda de vestidos e coleções prêt-à-porter, além de outros produtos como uma linha exclusiva de home spray direto do site e do Instagram.

Eu acredito que toda situação nos ajuda a crescer e nos ensina lições valiosas. Esse momento de pandemia e de tantas incertezas tem me ajudado a descobrir minhas novas facetas” – Silvio Cruz.

Alessandra Grochko, maquiadora de noivas: “Há um ano minha agenda capotou”

“A pandemia transformou a vida de todos nós e eu como maquiadora especializada em noivas e debutantes vi um ano de 2020 que tinha agenda lotada ser todo adiado para 2021. Nos primeiros meses foram remarcados os casamentos para o segundo semestre e depois para 2021. Algumas cerimonias já andaram para 2022.
Ao mesmo tempo vi aumentar consideravelmente a procura de profissionais querendo maquiagem para fotos e vídeos de divulgação: médicos, advogados, profissionais liberais que precisaram se lançar de cabeça nas redes sociais e para isso tiveram um cuidado maior com a imagem. Além disso fiz muitas maquiagens para fotos de família, acredito que as pessoas buscam registrar esse momento e estamos todos valorizando mais nossos laços afetivos.
As festas aos poucos estão voltando: menores, cercadas de cuidados. Já fiz casamentos que foram um almoço ou um jantar apenas para os familiares mais próximos, mantendo as datas originais e de qualquer forma deixando uma data agendada para uma festa maior em 2022. Já fiz renovação de votos em que a festa foi apenas para o casal, mas com bolo, vestido, maquiagem e sessão de fotos.
Tenho certeza de que quando as coisas melhorarem as festas serão mais e maiores. Iremos celebrar a vida, o retorno das comemorações e os abraços. Torço para que seja o mais breve possível” – Alessandra Grochko

Continua após a publicidade

Margareth Rocha e Ricardo Pires,  donos do bufê Rappanui Gastronomia: “Antes grandiosos, com centenas de convidados. Hoje, repaginados e mais intimistas”

“Nossa vida, sempre foi fazer parte dos melhores momentos da vida de nossos noivos e clientes. A satisfação na hora da degustação com um aceno positivo de fechamento de contrato, a preparação da logística, a produção dos pratos, que enxiam nosso bufê de colaboradores para tornar realidade nossos sonhos. Essa era uma rotina que nos movia e nos recheava de projeções.

Tudo isso foi cerceado por causa da pandemia do COVID-19. Vimos nossos eventos se espalharem pelos meses seguintes. Remarcações das remarcações. Noivas entristecidas por não conseguirem realizar seus sonhos como planejado. E com isso, os investimentos, as compras, os itens já confeccionados, acabariam estagnados e sem gerar lucro.

Como saída em curto prazo, criamos nosso serviço de entregas agendadas, o Rappanui TO  GO, que entrega na segurança dos lares, nossas refeições, snacks e as delícias da nossa pâtisserie Nenenui Patisserie, que sempre coloriu e encantou diversos eventos e as bocas mais exigentes. Tudo com o mesmo tempero e carinho que apresentamos em nossos eventos. Este serviço de delivery ajudou muito a manter nossa receita, nosso nome fresco e ativo na cabeça de nossos clientes e assim movimentar nossa produção. E com esse empenho mantivemos nosso quadro de colaboradores.

Com o passar dos meses, a situação chegou até parecer melhor, porém veio mais uma onda de contágio e com ela novas restrições, deixando nosso setor, que vive de unir pessoas para comemorações, parado e sem amparo merecido

Porém, mesmo com toda essa adversidade, o sonho permanece e continuamos a atender novos clientes e projetar novos eventos.

 Esse momento, serviu e servirá para nos tornarmos melhores e mais conscientes. Passamos a dar mais atenção ao que realmente importa. Viver bem, estar com os nossos e feliz e principalmente com saúde.

A procura por novos formatos de comemorações, como por exemplo, os casamentos, subiram muito nos últimos meses. Home Weddings, Mini e Micro Wedding, jantares intimistas e nossa famosa ilha gastronômica que não exige muitos colaboradores para sua montagem, trazendo segurança para nossos clientes e equipe.

Esse novo formato torna-se cada vez mais corriqueiro. A  modificação ocorreu  mesmo naqueles já contratados. Antes grandiosos, com centenas de convidados. Hoje, repaginados e mais intimistas.

Nosso maior desejo é poder continuar a fazer de maneira correta e dentro das normas, entregando eventos que nossos clientes almejam. Além de realizar sonhos, lidamos com vidas e isso sim merece nosso maior comprometimento. Vale lembrar também que somos a família Rappanui que se importa com o próximo” – Margareth Rocha e Ricardo Pires

Continua após a publicidade
Publicidade