Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Beira-Mar Por Blog Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro

Violinista Felipe Prazeres, da Petrobras Sinfônica, cria orquestra moderninha e quer virar Porta dos Fundos na internet

Há vinte anos trabalhando com música clássica, o violinista Felipe Prazeres, da Orquestra Petrobras Sinfônica, cansou de encarar o público rarefeito das salas de concerto. “As apresentações atraem cada vez menos gente porque as pessoas acham chato”, desabafa o instrumentista, que decidiu fundar uma versão de orquestra mais moderninha, a Johann Sebastian Rio. O primeiro […]

Por Daniela Pessoa Atualizado em 25 fev 2017, 18h06 - Publicado em 9 Maio 2015, 01h00
Fernando-Lemos

Felipe Prazeres: abaixo os concertos eruditos (Crédito: Fernando Lemos)

Há vinte anos trabalhando com música clássica, o violinista Felipe Prazeres, da Orquestra Petrobras Sinfônica, cansou de encarar o público rarefeito das salas de concerto. “As apresentações atraem cada vez menos gente porque as pessoas acham chato”, desabafa o instrumentista, que decidiu fundar uma versão de orquestra mais moderninha, a Johann Sebastian Rio. O primeiro espetáculo do grupo acontece no próximo domingo (17), no Theatro Municipal, com repertório que vai do barroco ao choro, incluindo um número de dança e recital de poesia. “O objetivo é diversificar e, com isso, atrair mais pessoas. Se meus amigos músicos não gostarem da estratégia, não estou nem aí. Não estou aqui para discutir purismo”, dispara Prazeres. Na internet, a trupe quer virar uma espécie de Porta dos Fundos, canal de humor do YouTube: “Nossa ideia é gravar vídeos engraçados com um som clássico rolando de fundo. É outra forma de divulgação”.

+ Clique e faça um tour virtual pelo Theatro Municipal

LEIA MAIS NA COLUNA BEIRA-MAR DESSA SEMANA:

Marina Ruy Barbosa fala sobre sua terceira noiva com final infeliz na TV e comenta visual moreno

– Os desaforos e barracos de Luana Piovani na internet: atriz está grávida de gêmeos, e com a língua ainda mais afiada

Fernando Ceylão, fundador do grupo Comédia em Pé, está de volta à stand-up comedy. Mas com piadas censuradas

– Tiago Parente, cabeleireiro das celebridades, contrata mesma empresária de artista famosa para gerenciar sua carreira artística

Continua após a publicidade
Publicidade