Clique e assine por apenas 4,90/mês
Beira-Mar Por Blog Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro

Presidente do Instituto Doméstica Legal critica patrões que mandam a empregada ficar na fila (de restaurantes, lojas…)

+ Pesquisa exclusiva revela que relação das patroas com as babás pode esconder conflitos e ressentimentos Na semana passada, uma cena descrita por um carioca nas redes sociais gerou comoção. Aconteceu o seguinte: em um restaurante de Ipanema, o Zazá Bistrô, uma senhora de uniforme branco aguardava na fila de espera com o celular na mão, […]

Por Daniela Pessoa - Atualizado em 25 fev 2017, 18h03 - Publicado em 13 jun 2015, 01h02
Felipe-Fittipaldi

Mario Avelino: crítica às patroas que mandam empregadas para a fila

+ Pesquisa exclusiva revela que relação das patroas com as babás pode esconder conflitos e ressentimentos

Na semana passada, uma cena descrita por um carioca nas redes sociais gerou comoção. Aconteceu o seguinte: em um restaurante de Ipanema, o Zazá Bistrô, uma senhora de uniforme branco aguardava na fila de espera com o celular na mão, desconfortável em meio à clientela toda arrumada. Era uma babá que estava ali guardando o lugar para a patroa. “Você manda o empregado na frente e chega depois, linda e rica, quando a mesa está pronta. E faz um leve aceno com a cabeça, que deve ser o código para mandar a empregada a pé, às 23 horas, para casa”, criticou o narrador do episódio na internet. Os comentários repercutiram a atitude da patroa: “Há mais de dez anos já se mandavam babás e empregados, às quintas pela manhã, para ficar na porta da Louis Vuitton por causa das bolsas mais disputadas”. Para o administrador de empresas Mario Avelino, presidente do Instituto Doméstica Legal, essa é uma herança da cultura escravagista que ainda impera no emprego doméstico no Brasil. “Além do mais, existe uma coisa chamada reserva”, afirma Avelino, que se prepara para lançar, em julho, o livro Novos direitos e deveres do empregado e do empregador domésticos.

LEIA MAIS NA COLUNA BEIRA-MAR DESSA SEMANA:

Continua após a publicidade

– Nutricionista Andrea Santa Rosa, esposa de Márcio Garcia, cobra até 15 000 reais por palestra: “O Márcio está adorando”, brinca

– Atriz Miá Mello estreia como dubladora na animação Divertida Mente, da Disney

– Lorena Comparato, de Pé na Cova, estreia peça #broncadequê? com ator portador de síndrome de Down

– Chef Pedro Benoliel ganha programa de TV no Vidigal. “Não sou adepto da alta gastronomia, nem da gourmetização”

Publicidade