Clique e assine por apenas 7,90/mês
Beira-Mar Por Blog Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro

Paola de Orleans e Bragança toca em festa no Rio e fala sobre ser princesa, hoje, no Brasil

Depois de passar por cidades como Marrakesh, Bangkok e Dubai, a festa La Nuit aporta no Rio neste sábado (30), no hotel Caesar Park, em Ipanema. Uma das atrações é a princesa Paola de Orleans e Bragança, de 33 anos, DJ que também trabalha com beleza e moda. VEJA RIO bateu um papo com sua […]

Por Daniela Pessoa - Atualizado em 25 fev 2017, 17h33 - Publicado em 30 abr 2016, 01h01
Arquivo Marcos Proença Cabelereiros_Divulgação

Paola de Orleans e Bragança: a princesa agita as pistas (Crédito: Marcos Proença Cabeleireiros / divulgação)

Depois de passar por cidades como Marrakesh, Bangkok e Dubai, a festa La Nuit aporta no Rio neste sábado (30), no hotel Caesar Park, em Ipanema. Uma das atrações é a princesa Paola de Orleans e Bragança, de 33 anos, DJ que também trabalha com beleza e moda. VEJA RIO bateu um papo com sua alteza, que vai animar a noite.

Gosto musical: Sou do house e da disco, mas cresci ouvindo sertanejo, que eu amo. Também curto funk, mas nunca vou tocar numa festa nem dançar até o chão.

Som na pista: David Guetta não faz meu estilo. Meu set é alegre, não gosto de fazer as pessoas fritar.

Publicidade

Regalias de princesa: Ando de ônibus, metrô, trabalho, pago meus impostos e não recebo nenhuma mesada. Sou muito normal, tenho de ir à luta como qualquer um.

Política brasileira: Eu voto para presidente, inclusive já fui mesária e acho que daria uma boa ministra da Cultura, mas, na minha opinião, o Brasil estaria melhor como monarquia. O regime tinha mais valores, cultura e visão.

LEIA MAIS NA COLUNA BEIRA-MAR DA SEMANA:

+ Fiorella Mattheis, agora youtuber, lança reality sobre sua vida com Pato em Londres

Publicidade

+ Justin Neto arrasta uma legião de cariocas (e celebridades) para suas aulas de dança

+ Susana Vieira perde papel em campanha publicitária. Posicionamento político teria sido o motivo

+ Ana Luiza de Faria encabeça exportação de cachaça carioca para a Europa

Publicidade