Clique e assine por apenas 4,90/mês
Beira-Mar Por Blog Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro

“Os meninos adoram treinar comigo”, diz Amanda Nunes, lutadora do UFC 224

A baiana fará a luta principal da próxima etapa do campeonato de MMA, no Rio, em maio. Ela falou ainda sobre a homossexualidade no universo da luta

Por Daniela Pessoa - 25 mar 2018, 13h00

Primeira brasileira campeã do Ultimate Fighting Championship (UFC), Amanda Nunes vai fazer a luta principal da próxima etapa do campeonato de MMA, no Rio. A baiana, que derrotou a ex-campeã Ronda Rousey em apenas 48 segundos, enfrentará outra americana, Raquel Pennington, em 12 de maio, durante o UFC 224. “O Rio me dá sorte. Lutei aqui há três anos e ganhei”, conta a peso-galo, que mora na Flórida com a namorada, também lutadora do UFC. Amanda é a única detentora de um cinturão a se declarar abertamente homossexual. “Nunca ouvi piadinha. Os meninos adoram treinar comigo, inclusive. Eles sempre me amassam, mas isso é um termo do jiu-jítsu, tá? Treinar com homem me deixa mais forte. Eles são fracos para a dor”, diverte-se a atleta, que se diz “respeitadora”. “Eu não fico beijando minha namorada por aí, na rua. Sou gay, mas não preciso ficar mostrando que sou a todo custo.”

Publicidade