Ministro José Serra ganha o título de comilão na Olimpíada, após recepção oficial dos chefes de Estado

No último dia 5, o presidente interino Michel Temer recebeu 37 chefes de Estado no Palácio do Itamaraty, no Centro, antes de seguirem todos para a cerimônia de abertura da Olimpíada, no Maracanã. O estilo tropical da recepção fez o maior sucesso entre os convidados, especialmente a varanda montada pelo cerimonialista Roberto Hirth no pátio […]

JosÈ Serra

Ministro Serra: devorador de risoto

No último dia 5, o presidente interino Michel Temer recebeu 37 chefes de Estado no Palácio do Itamaraty, no Centro, antes de seguirem todos para a cerimônia de abertura da Olimpíada, no Maracanã. O estilo tropical da recepção fez o maior sucesso entre os convidados, especialmente a varanda montada pelo cerimonialista Roberto Hirth no pátio do palacete. Ali, os cisnes deixavam o lago para bisbilhotar os convidados, que os fotografavam compulsivamente. VEJA RIO apurou outras curiosidades sobre a festa:

Servido em taças de vinho, o suco de abacaxi com hortelã decepcionou o secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, que pensou que se tratava da famosa combinação de açúcar, limão e cachaça. “A vida fica muito melhor com uma caipirinha”, comentou ao perceber o engano.

Em tempo: as caipirinhas logo chegaram aos salões do palácio, para a alegria de Kerry.

José Serra, ministro das Relações Exteriores, não economizou nas calorias e repetiu quatro vezes o risoto de galinha caipira, enquanto o presidente interino Michel Temer seguiu firme e forte sua dieta.

Houve atraso na saída dos comboios para o Maracanã porque alguns queriam aproveitar cada grama da comida servida no bufê, assinado pelos chefs Roland Villard e Ricardo e Claude Lapeyre.

LEIA MAIS NA COLUNA BEIRA-MAR DA SEMANA:

+ Alessandra Ambrósio e Camila Alves fazem reportagens sobre o Brasil para TV americana

+ Cris Dias, estreante no Jornal da Globo, conta como é dividir a bancada com William Waack

+ Hugo Moura, marido de Deborah Secco, revela sua preocupação ao estrear como ator

+ Malvino Salvador, padrinho de uma escola de boxe, fica nervoso ao acompanhar as lutas na Olimpíada

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s