Clique e assine por apenas 7,90/mês
Beira-Mar Por Blog Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro

Mateus Solano vira fiscal da natureza no Projac

Leia na coluna Beira-mar

Por Daniela Pessoa - Atualizado em 10 jul 2017, 20h40 - Publicado em 9 jul 2017, 17h00

No ar na novela das 7, Pega Pega, Mateus Solano pode até ter feito a fama com vilões na televisão, mas na vida real ele é do time dos politicamente corretos. Especialmente no que diz respeito ao quesito sustentabilidade. O ator tem um carro elétrico, casa com energia solar, recusa-se a fazer propaganda de combustíveis e até encomendou copos reaproveitáveis para distribuir entre os atuais colegas de folhetim, a fim de reduzir o lixo gerado no Projac. “Natureza é Deus, e precisa ser cuidada com urgência”, diz, sem medo de soar enfadonho. “Só existe ecochato para quem não vê urgência nas questões ambientais, para quem não acredita no efeito estufa”, defende-se. O artista sonha ainda em ajudar a frear o consumo excessivo de carne — para produzir apenas 1 quilo, são necessários 17 100 litros de água. “São atitudes que vão mexer com o lucro dos empresários e com a inflação, mas que já deveríamos ter tomado há muito tempo.”

LEIA MAIS NA COLUNA BEIRA-MAR DA SEMANA:

+ Os detalhes do novo clipe (quase) secreto de Ivete Sangalo, gravado no Rio

+ Primeira-dama do estado arregaça as mangas em meio à crise

Publicidade

+ Klebber Toledo lança linha de cosméticos para homens e defende o colega Fabio Assunção

+ Marjorie Estiano revela momentos difíceis da série Sob Pressão

Publicidade