Manual de etiqueta criado por Marcelo Crivella gera discórdia

Leia na coluna Beira-mar da semana

 (Felipe Fittipaldi/Veja Rio)

As regras são claras: não é permitido usar hashtags “com viés político ou expressões de baixo calão, como #VemPraRua ou #Cuzice”. Também não se devem publicar “fotos ou qualquer conteúdo de caráter exclusivamente pessoal durante o horário de trabalho”. Lançado pela prefeitura do Rio com uma linguagem bem informal, o Manual de Boas Práticas e Recomendações em Mídia Digital tem por objetivo, segundo o coordenador de conteúdo digital Guilherme Avzaradel, “comunicar ações da prefeitura de um jeito que as pessoas entendam e evitar manifestações políticas de funcionários públicos”. O documento criado pela equipe de Marcelo Crivella e compartilhado entre os servidores do município, no entanto, gerou discórdia até mesmo no alto escalão do secretariado. Em seu perfil no Facebook, o chefe da Casa Civil, Paulo Messina, pede que o documento seja revisado. “Primeiro, sem colocar limites ou tirar a liberdade individual de servidores nas suas pessoas físicas. Se há que padronizar comunicação, que seja somente nas instituições. E, por último, menos informalidade, senão acaba sendo #cuzice”, escreveu

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s