Joqueta Victoria Mota vai disputar GP de Turfe em igualdade com homens

Esta será a primeira vez em 86 anos que o Grande Prêmio Brasil, neste domingo (10), no Jockey Club, terá duas competidoras entre os atletas

Nascida e criada no Hipódromo da Gávea, Victoria Mota, 19 anos, estreia no Grande Prêmio Brasil de Turfe, o torneio mais importante da categoria, neste domingo (10) no Jockey Club. “Pela primeira vez haverá duas mulheres no páreo competindo em igualdade com os jóqueis”, comemora Victoria, que ganhou esse nome porque o pai, o ex-competidor Alex Mota, vinha de uma sucessão de vitórias. Sua única rival feminina é a cearense Jeane Alves. “Muita gente acha que mulher não tem pulso para corrigir o cavalo, mas não se trata de força bruta, e sim de jeito. Eu converso com o animal, não bato nele”, explica a joqueta de 1,54 metro e 49 quilos. Victoria luta também pela renovação do esporte, que tem pouquíssimos fãs jovens. “As novelas sempre mostram o apostador perdendo dinheiro, e isso é muito chato. Tento passar uma visão otimista do turfe, que é lindo”, revela. Em tempo: são esperados 2,7 milhões de reais em apostas neste fim de semana.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s