Clique e assine com até 65% de desconto
Beira-Mar Por Blog Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro

Flávia Sampaio fala sobre negócios e a nova vida de Eike Batista

Leia na coluna Beira-mar

Por Daniela Pessoa Atualizado em 21 ago 2017, 15h25 - Publicado em 19 ago 2017, 16h00

Há pouco mais de um ano, já recuperada do tropeço de sua luxuosa (e fracassada) clínica de estética, Flávia Sampaio começou uma vertiginosa empreitada no mundo da moda. Hoje, o seu site de aluguel de roupas de festa, a preços entre 200 e 2 000 reais, tem duas lojas físicas, na Barra e em Ipanema, clientes como Deborah Secco e ambiciosos planos de expansão. Casada há mais de dez anos com o ex-bilionário Eike Batista, que cumpre atualmente prisão domiciliar, ela quebrou o silêncio e falou a VEJA RIO.

Como andam os negócios? O modelo de consumo consciente veio para ficar. As pessoas já entenderam que não faz mais sentido pagar caro para usar um vestido uma única vez ou repeti-lo depois de um ano. A minha ideia agora é abrir franquias pelo Brasil. Gostaria de começar por Minas, Goiás e Brasília.

Você sonha em ter algum empreendimento com o seu marido? Não, acho que não daria certo.

Como ele está? Eike é um em­preen­dedor, e gente assim não consegue ficar parada. Já viu atleta paralímpico? Mesmo sem um braço ou uma perna, corre e nada. Eu digo diariamente ao Eike que tenho muito orgulho dele e da forma como encara tudo.

E você, como se sente? Fiquei mais reservada, deixei de frequentar muitos lugares, mas aonde vou não posso di­zer que fui mal atendida. Julgamentos são feitos o tempo todo, mas partem muitas vezes de pessoas muito piores, então não os levo em consideração.

Continua após a publicidade

A vida mudou muito depois da prisão do Eike? Tivemos uma mudança de rotina, sim, mas enxergo que fomos abençoados com mais tempo juntos. Antes, tínhamos quase de marcar reunião para nos encontrar. Como nosso filho tem 4 anos, esses momentos juntos valem ouro.

No seu Instagram você aparece se exercitando bastante. Isso ajuda a driblar o stress e a ansiedade? Essa é a minha terapia. Tenho feito ioga, tênis, beach tennis, corrida e spinning. Um puxa o outro aqui em casa, depende de quem estiver mais animado — eu ou o Eike. Os livros o Estado de Crise, de Zygmut Bauman, e todos os do Osho, sobre o poder da meditação, também têm sido minhas escolhas no momento.

LEIA MAIS NA COLUNA BEIRA-MAR DA SEMANA:

+ Ex-governadora do Rio, Rosinha Garotinho está vendendo artesanato na internet

+ Ex-Casseta, Maria Paula estreia no cinema e na área de segurança pública

+ Cabeleireiro Marco Antônio de Biaggi lança livro com segredos das celebridades

Continua após a publicidade
Publicidade