Clique e assine por apenas 4,90/mês
Beira-Mar Por Blog Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro

Diretor geral do CasaShopping coloca panos quentes na dívida de 60 000 reais do novo inquilino, o restaurante Antiquarius Grill, com o BarraShopping

A dívida de 60 000 reais do restaurante Antiquarius Grill com a Multiplan, administradora do BarraShopping, parece não ter arrefecido o prestígio nem abalado a mudança da casa, que continua de pé, para o CasaShopping, também na Barra. Procurado por VEJA RIO depois que o processo judicial contra o estabelecimento português veio à tona nesta […]

Por Daniela Pessoa - Atualizado em 25 fev 2017, 18h27 - Publicado em 25 nov 2014, 22h41
antiquariusgrill

Francisco Grabowsky, diretor geral do CasaShopping: boas-vindas ao Antiquarius Grill ainda que o novo inquilino esteja sendo processado por dívida com o BarraShopping

A dívida de 60 000 reais do restaurante Antiquarius Grill com a Multiplan, administradora do BarraShopping, parece não ter arrefecido o prestígio nem abalado a mudança da casa, que continua de pé, para o CasaShopping, também na Barra. Procurado por VEJA RIO depois que o processo judicial contra o estabelecimento português veio à tona nesta terça (25), alegando inadimplência desde o início do ano, Francisco Grabowsky, diretor geral do CasaShopping, colocou panos quentes na situação envolvendo o futuro inquilino, que vai inaugurar em janeiro: “O CasaShopping não tem nada a comentar sobre as relações comerciais anteriores do Antiquarius e só declara que está extremamente satisfeito com a vinda de uma marca tão importante no cenário gastronômico brasileiro”.

+ Conheça outros restaurantes na Barra

+ Comer & Beber 2014: os melhores restaurantes, bares e comidinhas do Rio

Continua após a publicidade

Fundado há 37 anos no Leblon, o Antiquarius chegou à Barra há sete, a convite do BarraShopping, que buscava estabelecimentos de ponta para a nova praça de alimentação chamada Boulevard Gourmet, onde o português fica aberto até o dia 28 de dezembro deste ano. Mas o casamento desandou, e o “divórcio”, como se viu, foi parar na justiça. Que a próxima união seja eterna enquanto dure. E sem barracos.

Publicidade