Clique e assine por apenas 4,90/mês
Beira-Mar Por Blog Notícias sobre celebridades, famosos, sociedade e pessoas interessantes do Rio de Janeiro

Ator e militante ambiental, Sérgio Marone lança a campanha #PareDeChupar

O artista também está investindo dinheiro do próprio bolso em empresas de pegada sustentável, como a que produz ração vegana para animais de estimação

Por Daniela Pessoa - Atualizado em 8 jun 2018, 17h18 - Publicado em 8 jun 2018, 08h00

Depois de encabeçar o movimento Gota d’Água, contra a construção da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, o ator Sérgio Marone, no ar como Anticristo na novela Apocalipse, da Record, está investindo dinheiro do próprio bolso (ele não revela quanto) em empresas de pegada sustentável. Entre elas uma que produz ração vegana para animais de estimação. Neste mês, em parceria com Fe Cortez, Marone lança ainda uma campanha na internet, ao lado de artistas como Nathalia Dill, Fernanda Paes Leme, Matheus Solano e Mart’nália com a hashtag #PareDeChupar. O objetivo: reduzir o uso de canudos de plástico. Recentemente, no Instagram, o galã disse que deixou de comprar achocolatado por causa do canudinho e desafiou o fabricante a utilizar uma versão de papel.

Segundo a Comlurb, o plástico é o maior poluente da Praia de Copacabana e correspondeu a 24,5% do lixo deixado nas areias em março. Desse total, 8,9% eram canudos. Em tempo: a Câmara Municipal do Rio aprovou na última quinta (7) o projeto de lei de autoria do vereador Jairinho (MDB) que veta os canudinhos de plástico e obriga estabelecimentos comerciais como restaurantes, bares e quiosques a usar canudos de papel biodegradável. Os recicláveis de forma individual também serão permitidos. Quem descumprir a nova lei será multado no valor de 3 000 reais em caso de reincidência. A medida segue agora para sanção ou veto do prefeito Marcelo Crivella. 

Publicidade