Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Barbara Burgos Por Barbara Burgos, astróloga

Guerra de Titãs e a lua nova da prosperidade

A guerra entre passado e futuro nos deixa ansiosos e angustiados, mas a lua nova em Touro nos dá um período de trégua com resoluções

Por Barbara Burgos Atualizado em 14 Maio 2021, 13h49 - Publicado em 10 Maio 2021, 21h17

Depois da tempestade, a calmaria. Depois da ruptura, um novo tempo.
Já chegamos lá? Não! Ainda há muito caminho a ser percorrido e paradigmas a serem quebrados antes que possamos respirar aliviados de enfim, sermos nós aqui de novo, juntos aqui de novo, nos abraçando. Parece óbvio, e é, e o céu já conta esta estória desde tempos imemoriais. Assim como em cima, embaixo, já diz uma das Leis Herméticas.
A Astrologia é um estudo de ciclos e de reiterações. Para quem dedica a vida a estudar seus efeitos observa que eles se repetem indefinidamente, cabendo a cada coletivo de pessoas, no tempo e espaço proposto, lidar com eles com as ferramentas de consciência de que dispõem.
Desde 2020 que vemos a chegada do intenso debate entre Saturno e Urano, agora em quadratura no céu. Pai e filho na mitologia, protagonizaram uma das maiores tretas de que se tem notícia, com direito a vingança e castração. Uma aula de dramaturgia intensa, e que na nossa Astrologia, representa a luta do passado contra o futuro.

Enquanto Urano enxerga à frente, percebe tendências e o frescor que a liberdade proporciona, Saturno nos obriga a olhar o passado e para os nossos limites, que muito nos sustentaram e ampararam anteriormente, mas que agora não tem mais razão de ser. É claro que sair da zona de desconforto é altamente desconfortável. E dói! Mas você não precisa abandoná-la tal qual um maratonista de ultradistância. Mudar exige calma e estratégia. E se não tiver calma e a mudança for imposta, vai na alma, na intuição.

Não pense que não sei do abismo que estas forças planetárias provocam. Ambos estavam ativados no céu em muitos momentos de crise na sociedade. Caso da Revolução Francesa, das manifestações populares dos anos 60, e agora.

Com aquela sensação de trem descarrilhado e esgotamento mental e físico, fora o luto, vamos refletindo sobre o presente estado das coisas e daquilo que não há condição de sustentar. E vamos traçando o futuro que é possível para nós viver, com mais equilíbrio e sintonia.

A Lua Nova que se faz presente no céu a partir de 11 de maio mostra que estas forças antagônicas nos dão uma trégua, ao menos por este mês. No signo de Touro e com ascendente em Libra, Vênus domina o mapa e o nosso olhar para as nossas relações e finanças. Onde antes vivemos duas semanas de intensa angústia e ansiedade, esta Lua aponta a necessidade de reorganização interna e resolução.
Touro é o signo dos produtores, dos resolvedores, de quem viabiliza o terreno, deixando pronto para ser fertilizado. Quais são seus talentos ocultos, ferramentas que você varreu para debaixo do tapete e que viriam muito a calhar em um projeto? A prosperidade é algo a ser trabalhado no inconsciente. E ainda que falar em prosperidade em um momento deste possa soar descabido, ela está em todos os lugares, morando debaixo de cada pedra, de cada solo.

A conjunção Sol e Lua também recebe um bonito trígono de Plutão, conferindo força e potência para a realização. Talvez hoje não esteja tão evidente para você porque ainda estamos na fase Nova, embrionária. Mas é importante se orientar do que você quer deixar claro a partir de semana que vem, quando a Lua cresce e Júpiter, que tudo aumenta, ingressa em Peixes por seis semanas. Júpiter é o regente tradicional de Peixes, e nele podemos ter a visão do todo, do merecimento, do impacto que podemos produzir em uma massa de pessoas, independente de gênero, faixa etária.

Você que é empreendedor ou detentor de uma ideia quase pronta poderá testar seu produto nesta fase. Poderá inclusive vir a fincar uma bandeira no alto do cume. Se a ideia for boa, mas principalmente fizer o bem, Júpiter o manterá lá no ano que vem todo.

Os relacionamentos também estão favorecidos com Vênus e Mercúrio em conjunção no signo de Gêmeos. Uma abordagem leve é necessária aqui, Gêmeos preza a comunicação acima de tudo e querer criar um clima de discórdia agora é receita com sabor amargo. Assim que Vênus entrar em Câncer, em meados de junho, a conexão emocional poderá se aprofundar.
Até breve, com Eclipse.

Continua após a publicidade

Publicidade