Minifazenda no coração do Leblon acolhe marreco rejeitado

Rejeitado pelos pais, Donald e Hillary, é o novo xodó da casa, por onde transita à vontade

Mal dá para acreditar, mas existe uma minifazenda no coração do Leblon, com três marrecos, papagaio, porquinho-da-índia, cachorro e um lago repleto de carpas. Sem contar as sete galinhas que produzem ovos orgânicos consumidos diariamente pela família Torres. O pequeno sítio urbano é um dos luxos da mansão do restaurateur Marcelo Torres, dono de restaurantes como o Giuseppe Grill. Com menos de dois meses, o marrequinho Geraldo, rejeitado pelos pais, Donald e Hillary, é o novo xodó da casa, por onde transita à vontade. “Eu que cuido dele. Agora, ele está aprendendo a subir e a descer as escadas”, diverte-se Maria, de 12 anos, a caçula do empresário.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s