Clique e assine por apenas 4,90/mês

Vira-lata caramelo: BC analisa petição que pede cão na nota de R$ 200

Banco Central diz que 'estuda uma ação relacionada ao animal'; 60 mil pessoas já participaram de abaixo-assinado pela substituição do lobo guará na cédula

Por Cleo Guimarães - Atualizado em 7 ago 2020, 11h21 - Publicado em 7 ago 2020, 11h19

Mais de 60 mil pessoas já assinaram, até a manhã desta sexta (7), a Petição on-line que pede o vira-lata caramelo como tema da cédula de 200 reais. No último dia 29, o Banco Central anunciou que o lobo guará será a imagem dominante da nota, o que gerou repercussão na internet e a criação do abaixo-assinado. O pedido on-line foi criado pelo federal Fred Costa (Patriota-MG), que no último dia 30 se reuniu com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, para fazer pessoalmente o apelo pró-cachorro.

Regina Duarte quer voltar para a Globo – e a internet não perdoa

A campanha parece ter surtido efeito: a diretora de administração do BC, Carolina Barros, afirmou que a instituição “estuda uma ação relacionada ao animal de forma que envolva o combate aos maus-tratos”. Isto não significa, no entanto, que o lobo guará seja substituído pelo vira-lata na cédula, já que não há tempo hábil para a mudança. O cachorro, no entanto, já estaria “no radar” do Banco Central para estampar, por exemplo, uma moeda comemorativa, segundo VEJA RIO apurou.

Lives do fim de semana: Caetano, Novos Baianos e Zeca Pagodinho

“Criamos esta petição para pedir ao Banco Central que a nova cédula tenha a imagem ilustrativa de cachorro vira-lata”, diz a justificativa do abaixo-assinado. “Não descartamos a relevância do lobo guará na história e na fauna brasileiras, porém o cachorro vira-lata está mais relacionado ao cotidiano dos brasileiros e, além disso, é presente em todas as regiões do país“.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

 

Continua após a publicidade
Publicidade