Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Réveillon do Neymar: jogador é notificado e vai ter que se explicar

Ministério Público pediu esclarecimentos sobre festas durante pandemia; condomínios Portobello e Aero Rural também devem explicações

Por Cleo Guimarães Atualizado em 30 dez 2020, 19h34 - Publicado em 30 dez 2020, 19h32

O Ministério Público do Rio notificou Neymar e os condomínios PortoBello e Aero Rural para que prestem, “em caráter de urgência” esclarecimentos sobre as festas de fim de ano que o jogador vem promovendo em Mangaratiba. A maratona de noitadas durante a fase crítica da pandemia do coronavírus no Brasil vêm sendo motivo de críticas nas redes sociais e repercute negativamente na imprensa mundial.

Réveillon de Neymar: dez curiosidades sobre as festas do jogador

O MP quer “informações detalhadas” sobre a organização dos eventos, número de convidados e medidas sanitárias que tenham sido adotadas. A promotoria afirma que vai atuar com base nas “normas vigentes” caso identifique “irregularidades e desrespeitos às normas sanitárias nos eventos divulgados pela mídia”. A Prefeitura de Mangaratiba também terá que informar as medidas adotadas para garantir o cumprimento dos decretos restritivos na cidade.

Galvão Bueno sobre Neymar: ‘Este cidadão está agindo de forma absurda’

Por meio de sua assessoria, Neymar negou a realização das festas. Já a agência responsável pelo evento emitiu uma nota de esclarecimento. Nela, afirma que cerca de 150 convidados participam da celebração e que todas as normas sanitárias serão cumpridas.

Continua após a publicidade
Publicidade