Clique e assine por apenas 4,90/mês

Da ‘Malhação’ ao Governo Federal? Quem é Mário Frias

Cotado para assumir o cargo de secretário de Cultura após saída de Regina Duarte, ex-galã tem perfil conservador

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 20 Maio 2020, 11h10 - Publicado em 20 Maio 2020, 10h43

Quem era adolescente no final dos anos 90 e início da década de 2000 com certeza se lembra de Mário Frias, 48 anos, que participou da novela teen Malhação em três fases diferentes. Sua participação mais duradoura foi em 1998, quando interpretou o personagem Escova. Mais de 20 anos depois, o nome do ex-galã volta ao circuito porque ele está cotado para assumir a secretaria de Cultura após a saída de Regina Duarte.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

O anúncio de que a ex-Namoradinha do Brasil está deixando Brasília para assumir a Cinemateca de São Paulo foi feito por Jair Bolsonaro nas redes sociais nesta quarta (20). Na terça (19), Mário Frias participou de um almoço no Palácio do Planalto com o presidente da Repúblico e dirigentes do Flamengo e do Vasco, que querem a volta do Campeonato Carioca, mesmo que o país esteja registrando cerca de mil mortes por Covid-19 a cada 24 horas. A presença do ator no encontro aumentou a especulação sobre a entrada dele no Governo Federal.

No dia 6 de maio, Frias participou de um debate na CNN com o colega Fúlvio Stefanini. Na ocasião, o ex-galã de Malhação teceu elogios ao presidente Bolsonaro e, apesar de demonstrar admiração por Regina Duarte, disse que aceitaria o cargo de secretário de Cultura caso fosse convidado. “Olha só, para ser bem direto para o Jair: para o que ele precisar, estou aqui. Torço demais pela Regina. Ela é um ícone para mim, uma pessoa que mexeu no meu coração. Amo você, Regina! Sou seu fã” afirmou o ator. “Mas pelo Brasil, estou aqui. Se for preciso, não vou correr disso. Respeito o Jair demais. Vejo o Brasil com chance de finalmente ser um país respeitado, digno, honesto, com uma democracia forte e consolidada”, afirmou Frias.

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

E você passando vergonha durante toda essa loucura defendendo absurdos aceitando passivo toda essa mise en scène! #COVIDÃO

A post shared by Mario Frias (@mariofriasoficial) on

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Em postagens em seu perfil no Facebook, Mários Frias compartilha posts com críticas ao Supremo Tribunal Federal, alerta sobre as fraudes em compras de respiradores pelo governo estadual e defende a cloroquina, medicamento cuja eficácia no tratamento da Covid-19 não é comprovada.

View this post on Instagram

A post shared by Mario Frias (@mariofriasoficial) on

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

A estreia de Mário Frias na TV foi em 1996, na série Caça Talentos, de Angélica, na TV Globo. Ele também participou das novelas Meu Bem Querer, em 1998, As Filhas da Mãe, em 2001, O Beijo do Vampiro, em 2002, e Senhora do Destino, em 2004. Na Band, fez parte do elenco da segunda temporada de Floribella, em 2006. Já na Record, Frias estrelou Mutantes, em 2008, e Bela, a Feia, no ano seguinte. Em 2014, o ex-galã voltou a Malhação. Ele também já apresentou alguns programas na TV, como Tô de Férias, no SBT, e A Melhor Viagem, na RedeTV!

Na vida pessoal, foi casado com a atriz Nívea Stellman, com quem tem um filho, Miguel, de 15 anos. Atualmente, é casado com a publicitária Juliana Camatti, com quem teve Laura, de 8 anos.

 

Publicidade