Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Juliette milionária: cinco fatores que fizeram a paraibana ganhar o BBB

Por vezes "alvo" e vítima de exclusão na casa mais vigiada do Brasil, a paraibana foi resiliente, riu de si mesma e não teve medo de errar

Por Marcela Capobianco Atualizado em 5 Maio 2021, 13h31 - Publicado em 5 Maio 2021, 13h23

Antes advogada e maquiadora batalhadora, vinda de uma família humilde de Campina Grande, na Paraíba. Hoje, milionária, com 26 milhões de seguidores – mais que Gisele Bündchen e Grazi Massafera, por exemplo – e com múltiplas possibilidades de futuro. Juliette soltou a voz em vários momentos no BBB 21, mas não sabe se vai enveredar pela carreira artística. O caminho natural é que ela seja uma influenciadora digital e ela já está sendo disputada pelas marcas que a desejam como garota-propaganda.

VEJA Rio listou cinco motivos que mostram que Juliette mereceu a bolada do Big Brother Brasil.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Foi resiliente.

A trajetória da sister no programa não foi fácil. Ela chegou a sofrer ataques xenofóbicos por causa do sotaque nordestino e, em muitos momentos, foi “alvo” dos adversários. Mas passou por tudo isso sempre de forma firme, acreditando em seus propósitos e pensando que ganhar o prêmio ajudaria muito a dar uma vida confortável para sua família, especialmente para a mãe, dona Fatima.

Segurou B.O.s. 

Ela esteve envolvida em diversas tretas ao longo dos 100 dias em que permaneceu na casa mais vigiada do Brasil, mas nunca fugiu de discussões e acertos de contas com outros participantes. No episódio (surreal) do bolo feito por Fiuk, que a acusou de ter comido quase toda a calda da sobremesa, ela, mesmo machucada, sentou com o brother, explicou a sua visão na briga e o fez entender e até mudar de ideia.

+ Paulo Gustavo: principal rua de Icaraí, em Niterói, pode ser rebatizada em homenagem ao ator

Continua após a publicidade

Riu de si mesma.

Chamada de chata e egocêntrica muitas vezes pelos brothers e pelo público, Juliette teve uma trajetória autêntica e pôde mostrar seu carisma encantador – que angariou 24 milhões de seguidores no Instagram até a final (agora já são 26 milhões). Ela ria para não chorar, fazia graça de si mesma, tratou os famosos de igual para igual – até tirando sarro deles. Cantou, fez carão, usou looks trabalhados no brilho e fez questão de mostrar a sua forte personalidade em todos os momentos do programa.

+ Beyoncé homenageia o fã Paulo Gustavo

Maquiou “geral”.

Juliette teve quase um “job” em tempo integral na casa: o de maquiadora. Em noites de festa, era ela quem fazia os delineados incríveis nas pálpebras das sisters – e coloria também alguns brothers. Quando Sarah se afastou de Juliette sua maquiagem ficou sofrível e rendeu memes. O empenho de Juliette para deixar seus companheiros de confinamento mais bonitos rendeu até bronca do Big Boss quando ela compartilhava alguns conhecimentos. “Juliette, você é participante, não maquiadora”, disse a voz amedrontadora, fazendo a sister parar imediatamente. Ela acabou perdendo 100 estalecas.

+ Bruno Chateaubriand: Juliette quebra recorde no Instagram após vencer o BBB

Foi um porto seguro.

Sozinha durante um bom tempo após ser excluída do G3, com Sarah e Gilberto, e viver uma relação de amizade tóxica com Viih Tube, era agoniante ver o olhar dela nas provas em dupla, porque sempre sobrava. No entanto, a sister sempre esteve disponível para conversar e aconselhar – sem passar pano – os outros brothers e mostrou-se uma excelente amiga para Gil e Camilla na reta final do reality.

Continua após a publicidade
Publicidade