Clique e assine por apenas 4,90/mês

Gabriela Pugliesi perde patrocínios depois de festa durante quarentena

Duas marcas romperam contrato com a influenciadora, que ignorou medidas de isolamento e convidou amigos para noitada em casa, com transmissão pelo Stories

Por Cleo Guimarães - Atualizado em 27 abr 2020, 13h13 - Publicado em 27 abr 2020, 13h12

Não adiantou fazer um post no dia seguinte dizendo-se arrependida por furar a quarentena e promover uma festa para seus amigos, em São Paulo. Influenciadora fitness com mais de 4 milhões de seguidores no Instagram, Gabriela Pugliesi perdeu pelo menos dois patrocinadores depois da repercussão negativa do vídeo em que aparece confraternizando com amigas suas redes sociais  – vale lembrar que o casamento da irmã de Gabriela, Marcela Minelli, em março, na Bahia, foi um dos principais focos do começo da pandemia no Brasil. Pelos menos doze casos confirmados no país participaram da cerimônia, incluindo Preta Gil, Fernanda Paes Leme e a própria influenciadora.

O post de um dos patrocinadores da influenciadora, que fez festa em casa durante a quarentena Twitter/Reprodução

Coronavírus: ouça a mensagem de drone sobre uso obrigatório de máscara

Marca de comidas saudáveis que entrega para todo o país e tem forte clientela no Rio, a Liv Up também usou suas redes sociais para declarar a suspensão do contrato com Gabriela. “A Liv Up tem seguido, desde o início, todas as recomendações e cuidados da OMS em relação à COVID-19. Não incentivamos atitudes que possam colocar a saúde de qualquer pessoa em risco, assim, estamos suspendendo todas as ações que tínhamos programadas com a influenciadora e adiantamos que esse é nosso posicionamento em qualquer outra situação similar”. A Baw Clothing, loja de roupas online, fez anúncio parecido, veja acima. “Não temos como controlar as atitudes de todos os parceiros da marca. Temos responsabilidade junto aqueles que divulgam a Baw. Sendo assim, também não apoiamos a atitude da Gabi e estamos suspendendo a parceria”, posicionou-se a grife, em sua conta no Instagram.

Covid-19: como doar para a UFRJ produzir ventiladores mecânicos para o SUS

Continua após a publicidade

+ Para assinar o conteúdo digital de VEJA RIO, clique aqui.

Publicidade