Clique e assine por apenas 3,90/mês

Felipe Neto se oferece para pagar estudos de criança estuprada pelo tio

Youtuber se comprometeu a bancar todos os custos da menina com educação até o fim da faculdade; "Não paro de pensar nela"

Por Cleo Guimarães - 17 ago 2020, 12h09

O youtuber Felipe Neto se ofereceu para pagar os estudos da menina de dez anos que engravidou depois de passar quatro anos sendo estuprada com frequência pelo tio. “Num mundo de desigualdades e injustiças, que ela possa receber a melhor arma possível”, escreveu. Neto se dispôs a bancar todos os custos com educação da criança até ela concluir a faculdade.

Pais acreditam que qualidade do ensino caiu na pandemia, diz pesquisa

A menina do Norte do Espírito Santo sofria abusos do familiar desde os seis anos e disse que era ameaçada de morte por ele. Ela passou por um procedimento e interrompeu nesta segunda (17) a gravidez em um hospital de referência em Pernambuco, não sem antes sofrer ataques de manifestantes ligados a religiões e à extrema-direita, que tentaram impedir que os médicos entrassem na unidade. Um grupo de mulheres então foi à porta do hospital manifestar apoio amplo, geral e irrestrito à menina.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

O caso chocou o país e diversos famosos se posicionaram. Além de Felipe Neto, Whindersson Nunes se ofereceu para arcar com os tratamentos psicológicos, e Bruna Marquenize condenou religiosos que fizeram campanha contra a interrupção da gravidez da criança.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade