Continua após publicidade

O discurso de Anitta ao conquistar prêmio de melhor clipe latino no VMA

Vencedora da categoria pela segunda vez, cantora agradeceu aos fãs brasileiros e a si mesma pelo "trabalho muito duro"

Por Redação
Atualizado em 13 set 2023, 13h10 - Publicado em 13 set 2023, 13h07

Pelo segundo ano consecutivo, a cantora Anitta ganhou destaque no Video Music Awards (VMA), premiação da MTV americana. Com a música Funk Rave, a carioca conquistou a estatueta de Melhor Clipe Latino, deixando nomes como Shakira, Bad Bunny e Rosalía para trás na disputa.

+ Por que filha de Tadeu Schmidt, declaradamente queer, largou a faculdade

Ao receber o prêmio no palco, a artista nascida em Honório Gurgel, Zona Norte do Rio, agradeceu aos fãs brasileiros e exaltou o país. “Uau. Meu Deus, eu não acredito. Brasil, nós estamos aqui de novo, Brasil, nós estamos aqui de novo. Pela segunda vez, nós estamos aqui, muito obrigado a todos os meus fãs, sem vocês, eu não seria nada. Eu devo a vocês tudo o que eu sou, muito obrigado aos meus fãs no Brasil, aos meus fãs no México”, disse a Poderosa em inglês, logo em seguida agradecendo aos fãs latinos em espanhol.

Anitta ainda agradeceu à sua gravadora Republic Records, à Universal, sua equipe e seu irmão, Renan. Mas o agradecimento principal foi destinado a si mesma: “Obrigada a mim.. eu quero agradecer a mim, porque eu trabalhei muito duro, meu Deus. Mais um funk brasileiro. Nós estamos aqui com mais um funk brasileiro. Eles vão ouvir mais funk brasileiro no mundo agora e esse é só o começo. O funk brasileiro está aqui para ficar”, finalizou, acompanhada por aplausos. No ano passado, a cantora ganhou na mesma categoria com o hit Envolver.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Assista ao discurso:

View this post on Instagram

A post shared by Video Music Awards (@vmas)

Continua após a publicidade

A artista também se apresentou na cerimônia realizada nesta terça (12), em Newark, nos Estados Unidos. Com cerca de três minutos, a performance trouxe trechos de Funk Rave, Casi Casi e Used to Be, do recém-lançado EP Funk Generation: A Favela Love Story, muitos passinhos de funk e cenário em referência às favelas brasileiras.

E não foi o único momento da noite em que o funk brasileiro e o rebolado chamaram a atenção. A colombiana Karol G também apresentou no palco um remix de Tá Ok, faixa que gravou junto a Kevin O Chris, Maluma e Dennis DJ.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.