Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coronavírus: Clube do Flamengo tem três jogadores contaminados

Exame feito em 293 pessoas ligadas ao rubro-negro resultou em 38 testes positivos; zagueiro Rodrigo Caio, assintomático, seria um dos infectados

Por Cleo Guimarães - 7 Maio 2020, 11h35

Uma nota oficial divulgada pelo Flamengo na noite desta quarta-feira deu a dimensão do estrago que a Covid-19 está fazendo no clube. Depois de realizar exames em 293 pessoas – entre funcionários, familiares e pessoas que se relacionam diretamente com o elenco esportivo – o resultado foi alarmante: 38 dos 293 testes exames deram positivo para o coronavírus. Ou seja, 13% do total. Três desses casos são jogadores do time profissional. O Flamengo não revela os nomes dos infectados, mas segundo fontes ouvidas por VEJA RIO, o zagueiro Rodrigo Caio seria um deles: seu resultado teria dado positivo mas ele, até o momento estaria assintomático. A notícia da contaminação em massa no clube veio dois dias depois da morte do massagista Jorginho, de 68 anos. Funcionário mais antigo do rubro-negro, com 40 anos de serviços prestados ao Flamengo, ele morreu em decorrência do coronavírus.

Covid-19: Lockdown parcial tem início no Rio

Apesar das contaminações, o clube insiste na ideia de retomar suas atividades o quanto antes – e deixa isso bem claro na nota divulgada à imprensa. “Por fim, o Flamengo reafirma que está trabalhando em total sintonia com as autoridades governamentais de forma a, com toda a responsabilidade e segurança, colaborar com o importante retorno às atividades do futebol no menor prazo possível”.

Juiz Marcelo Bretas está internado com sintomas de Covid-19

Continua após a publicidade

Para assinar Veja Rio clique aqui

Publicidade