Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coronavírus: Crivella decide manter academias e salões de beleza fechados

Prefeito não seguirá a determinação do presidente Jair Bolsonaro, que incluiu as atividades entre os serviços considerados essenciais

Por Cleo Guimarães - 13 Maio 2020, 12h40

Salões de beleza, barbearias e academias de ginástica continuarão fechados no Rio, apesar do decreto do presidente Jair Bolsonaro, que incluiu as três atividades entre os serviços considerados essenciais e que, por isso, poderiam voltar a funcionar durante a pandemia do novo coronavírus. O prefeito Marcelo Crivella informou nesta terça-feira (12) que o município não seguirá a determinação.

Lockdown: MP pode acionar a Justiça a qualquer momento

Em nota, Crivella afirmou que “as medidas da Prefeitura são tomadas com a comunidade científica, conforme a análise das curvas de avanço da doença. Ciente da prerrogativa de cada estado e município analisar suas respectivas situações, o município mantém tais atividades fechadas, visto que as curvas da Covid-19 no Rio de Janeiro são ainda crescentes e é preciso evitar a propagação do contágio“.

Covid-19: Programa mantém atendimento psicológico online a famílias no Rio

Continua após a publicidade

Para assinar Veja Rio clique aqui

Publicidade