Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

COB autoriza atleta a levar marido para Tóquio e Yasmin Brunet se revolta

“A verdade sempre aparece. Sabia que era pessoal”, escreveu a mulher do surfista Gabriel Medina, que teve seu credenciamento vetado pelo Comitê

Por Da Redação 16 jul 2021, 11h44

Yasmin Brunet já estava inconformada com o veto que sofreu do Comitê Olímpico do Brasil ao pedir para acompanhar o marido, o surfista Gabriel Medina, nos Jogos de Tóquio. Uma notícia divulgada nesta quinta (15) aumentou ainda mais a sua revolta.

Vetada nos Jogos, Yasmin Brunet critica COB: ‘Eu não iria a passeio’).

O COB deu o OK para que a atleta de lançamento de discos Andressa Morais leve o marido, Everton Luiz Ribeiro, como seu acompanhante na Olimpíada. Ele irá desempenhar o papel de treinador e foi credenciado pelo Comitê para desenvolver esta função, mesmo não sendo técnico dela. Ao tomar conhecimento da situação, Yasmin postou o seguinte comentário nos Stories do Instagram: “A verdade sempre aparece. Sabia que era pessoal”.

Ex-atleta olímpica critica Yasmin Brunet: ‘Precisa de choque de realidade’

Everton irá substituir Justo Manuel Despaigne Navarro, o técnico cubano de Andressa Morais, que não conseguiu sair de seu país. Procurado por VEJA RIO, o COB confirmou a convocação do marido de Andressa para o lugar de Justo, e afirmou que o marido da atleta “tem registro como treinador na Confederação Brasileira de Atletismo.”

A onda de Silvana Lima: surfista ‘carioca’ vai em busca de medalha

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade