Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Candidato ‘Zeca Pagodinho’ é notificado pelo cantor e muda de nome

'Quis surfar na onda de sua fama e dignidade', diz a VEJA RIO o advogado do artista sobre Osmar Lima, 51 anos, que virou homônimo do sambista

Por Cleo Guimarães 26 out 2020, 18h21

Zeca Pagodinho quase engasgou quando foi dar um gole na cerveja nesta sexta (23). O cantor foi informado que um candidato a vereador de São Caetano (SP) estava usando seu nome na campanha. Refeito do susto, Zeca (o verdadeiro) acionou imediatamente seu advogado, Caio Mariano. “Agimos rápido e o notificamos naquele dia mesmo”, conta Caio a VEJA RIO.

Teatro Casa Grande promove entrevistas com candidatos à Prefeitura do Rio

No documento enviado a Osmar da Silva Lima, 51 anos, o advogado pedia para que ele parasse, imediatamente, de usar “Zeca Pagodinho” como nome político, e retificasse todo o seu material de campanha. “O candidato surfa na onda da fama, do trabalho, da dignidade e do amor do brasileiro a este artista íntegro, no intuito de ludibriar o eleitorado”, afirma um trecho da notificação.

Polícia Civil busca obras inéditas de Renato Russo

Osmar teria adotado o apelido há mais de 20 anos por, teoricamente, se parecer com o cantor, em especial  quando usa óculos escuros de aros redondos, como o artista. Esta não é a primeira vez que ele usa o nome de Pagodinho numa candidatura: em 2008 Osmar agiu da mesma forma e diz ter pedido autorização por e-mail – ela teria sido concedida. “Mentira porque o Zeca não usa e-mail”, diz a assessoria do sambista.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Segundo o advogado do artista, o candidato notificado foi, a princípio, solícito. “Ele já nos encaminhou o novo material, sem o ‘Pagodinho’. Agora é só Zeca”, conta Caio Mariano. “Só falta agora enviar o comprovante de alteração de registro no TRE. E nós vamos cobrar, para que não corra o rosco de o nome Zeca Pagodinho aparecer na urna”.

Continua após a publicidade

Publicidade