Clique e assine por apenas 7,90/mês

Água da Cedae: será que o homem-galão vai hidratar os foliões na Sapucaí?

Em tempos de geosmina, companhia diz que ainda não decidiu se continua a distribuir água na concentração e na dispersão do Sambódromo

Por Cleo Guimarães - 7 fev 2020, 12h47

O que será do “Homem do galão da Cedae” neste carnaval? Personagem que costuma ser aguardado com ansiedade na concentração das escolas de samba, ele é a única fonte de hidratação para os componentes da escola que já estão na concentração para o desfile. Mesmo em tempos de água contaminada e geosmina, a companhia joga confetes para a participação de seus representantes nos bastidores da Sapucaí. “Entre os grandes eventos com a participação da Cedae, o Carnaval do Rio tem sido o mais relevante. Isto porque, anualmente, a empresa está na Marquês de Sapucaí (Sambódromo) hidratando os desfilantes, tanto na concentração quanto na dispersão”, informa em seu site, com nota dez em animação. A Cedae diz que “ainda não decidiu” se vai manter a distribuição de água antes e depois dos desfiles deste ano. Você beberia? 

Publicidade